Dica GeroVida

22/02/2018 - 11:51 Por:

Categoria(s): Dicas, Gerontologia, Qualidade de Vida

Olá Pessoal!

Hoje nossa dica é para facilitar os casos de denúncias.

DISQUE 100 – Modulo Idoso

As denúncias poderão ser anônimas ou, quando solicitado pelo denunciante, é garantido o sigilo da fonte das informações.

O fluxo padrão para os encaminhamento das denúncias registradas no Disque Direitos Humanos é o seguinte:

  • Assistência Social (CREAS- Centro de Referência Especializado da Assistência Social e CRAS – Centro de Referência da Assistência Social);
  • Segurança Pública (Delegacias de Polícia, preferencialmente as especializadas de defesa do idoso);
  • Ministério Público (Promotoria de Justiça de Defesa da Pessoa Idosa, preferencialmente);
  • Conselhos Estaduais dos Direitos do Idoso (para fins de acompanhamento e monitoramento da rede de atendimento).

Curta! Compartilhe! Comente!

Fonte: https://www.facebook.com/pg/Longevida-129576770558920/posts/?ref=page_internal

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Processo Terapêutico

15/02/2018 - 9:54 Por:

Categoria(s): Palestras, Qualidade de Vida, Reflexão

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Soneto da Felicidade

7/02/2018 - 13:00 Por:

Categoria(s): Arte, Poesia, Reflexão

 

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Autor: Vinicius de Moraes

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Qualidade de Vida – Exercício aeróbico

1/02/2018 - 9:51 Por:

Categoria(s): Dicas, Gerontologia, Qualidade de Vida

Estudo tenta mostrar como o exercício aeróbico ajuda a “limpar a mente”

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

Uma boa corrida pode fazer você se sentir como uma pessoa totalmente nova. E, de certa forma, esse sentimento pode ser, literalmente, verdade. Pesquisas em neurociência identificaram uma ligação forte entre o exercício aeróbico e a clareza cognitiva. Ou seja, a atividade física nos ajuda a “limpar a mente”. As informações são do site “Science Of Us”.

Recente estudo elaborado pelos pesquisadores da Universidade de Harvard, Emily E. Bernstein e Richard J. McNally, indicou que, após um treinamento, os corredores se sentiam mais vivos, ativos, capazes e tinham melhora da memória. O objetivo era entender o que o exercício físico realmente estava fazendo para ajudar a melhorar os problemas de humor ou ansiedade e também a regular a emoção.

Estudos anteriores apontavam que exercícios aeróbicos desencadeavam o nascimento de novos neurônios. Outras mudanças atestavam que 30 a 40 minutos de atividade eram suficientes para aumentar o fluxo sanguíneo de uma área do cérebro localizada atrás da nossa testa e que está associada a alguns atributos como a concentração, a gestão, o foco e o planejamento futuro.

Seguindo o papel do exercício nessa parte do cérebro, os cientistas montaram um experimento clássico entre os estudos da emoção com 80 pessoas. Todas foram convidadas a ver a cena final do filme “The Champ” (1979), que é carregado de emoção. Mas antes, metade da turma teve de correr por cerca de 30 minutos. Enquanto isso, os outros participantes apenas ficaram à espera.

Depois que as pessoas entrevistadas assistiram ao filme, os cientistas concluíram que aqueles que correram mostraram-se emocionalmente mais fortes e não cederam com tanta facilidade às imagens marcantes do filme. Isso evidenciou que os problemas que eles tinham ficaram menos presentes na mente depois de terem se exercitado. As emoções estavam mais equilibradas.

Fonte: Matéria publicada no site do Globo Esporte.

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

 

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Curso HQI CPS

30/01/2018 - 10:25 Por:

Categoria(s): Cursos, Homeostase Quântica Informacional, Qualidade de Vida

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Palestra HQI

25/01/2018 - 11:44 Por:

Categoria(s): Cursos, Palestras, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Reflexão GeroVida

23/01/2018 - 9:02 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Educação, Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflexão

Olá Pessoal!
 
Infelizmente muitos ainda acreditam que quando passamos de uma determinada idade é normal sentirmos dores e que, principalmente, ser velho é sinônimo de sentir dor. Com o intuito de desmistificar essa crença, sugerimos a leitura e reflexão desse breve texto que incentiva a promoção da saúde ao longo da vida.
https://www.facebook.com/GeroTempo/photos/a.1515543348739056.1073741828.1515531625406895/1520396058253785/?type=3&theater
Pense nisto!
Curta! Compartilhe! Comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

INFECÇÃO URINÁRIA: O QUE DEVEMOS SABER PARA PREVENIR?

17/01/2018 - 15:38 Por:

Categoria(s): Dicas, Doenças e problemas de saúde, Gerontologia, Qualidade de Vida

A pedido de uma leitora, vamos falar sobre infecção urinária. A infecção urinária atinge 10% nos homens e 20% nas mulheres a partir de 65 anos de idade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia e, após os 80 anos esse número duplica.

A incidência é maior em mulher do que nos homens por causa do tamanho da uretra. A uretra das mulheres mede cerca de 5 cm e, dos homens 22 cm, porém após os 50 anos, a próstata aumenta e pode acontecer de ter dificuldades para eliminar a urina e com isso, aparece as infecções.

A cistite é a infecção mais frequente, mas, pode evoluir para uma pielonefrite (infecção dos rins), por sua vez, é a forma mais grave, pois a bactéria chega até os rins, causando febre e mal-estar. O tratamento é mais prolongado e pode exigir internação.

Quais são os sintomas da infecção urinária?

Dificuldade para urinar, ardência, queimação, urgência para urinar, aumento da frequência, urina em pequena quantidade, sensação de não esvaziamento da bexiga, febre, incontinência urinária (perda involuntária de urina), dor na região abdominal inferior (supra púbica) e sangramento.
A pessoa idosa pode apresentar outros sintomas que não são observados com frequência em jovens como: mal-estar indefinido, falta de apetite, fraqueza, calafrios, confusão mental.

A confusão mental repentina, seguida por esquecimento, troca de nomes e mudança de comportamento, pode ser um dos sinais de infecção urinária em idosos. Esse quadro é bastante comum, mas, como a infecção urinária nem sempre tem sintomas em idosos, muitas vezes podem confundir. Geralmente o idoso não apresenta febre.

Fique atento a isso!

Como diagnosticar?

O diagnóstico da Infecção do Trato Urinário (ITU) é feito pela história clínica, exame físico e por exames laboratoriais que são solicitados pelo médico, dentre eles: exame de urina, hemograma completo e cultura da urina para identificar a bactéria e direcionar o melhor tratamento. Outros exames as vezes são necessários para complementar a avaliação médica como, por exemplo, o ultrassom. Como as pessoas idosas podem apresentar sintomas pouco característicos, a urocultura pode ter grande importância nestes pacientes.

As bactérias que causam ITU no idoso são em geral mais resistentes que na população mais jovem, porque, comumente, o idoso repetiu ciclos de antibióticos que leva a seleção dessas bactérias mais resistentes.

Fatores de risco:

Existem alguns fatores de risco como incontinência urinária, uso de sonda para esvaziar a bexiga, hipertrofia prostática benigna, prostatite, obesidade (devido à dificuldade na higienização), vaginite atrófica, enfraquecimento do assoalho pélvico e deficiência de estrogênio em mulheres, diabetes, ficar segurando o xixi (péssimo hábito, urina que fica parada por muito tempo cria um ambiente que favorece a proliferação das bactérias), bexiga neurogênica, demência, imobilidade, imunodeficiência relacionada à idade, desidratação, comprometimento funcional e contaminação com as fezes e Diabetes.

Alguns cuidados são necessários para evitar a infecção urinária como:

– Orientar o idoso a beber bastante líquido (média de 2 litros por dia), caso não haja nenhuma contraindicação;

-Não segurar o xixi, urinar sempre que tiver vontade;

-Manter o idoso sempre com uma higiene pessoal adequada;

-Lavar com água e sabão neutro a região perianal após as evacuações;

-Evitar o uso indiscriminado de antibióticos, sem indicação médica;

-O banho, sempre que possível, deve ser dado no chuveiro;

-Atenção para a técnica de sondagem, caso seja necessário;

-Manter controle da diabetes, isso ajuda o controle das infecções de repetição;

-Procurar especialista para realizar a avaliação e tratamento mais adequado. Em homens que tem a próstata aumentada é necessário usar medicação para melhorar o esvaziamento bexiga ou partir para tratamentos cirúrgicos que reduz o volume da próstata;

-Banho: lavar bem a região genital e ao redor com água e sabonete neutro ou infantil (não usar sabonetes antissépticos, nem coloridos e nem com muito cheiro) e, não lavar em excesso porque remove a flora natural da pele. Em homens puxar a pele do pênis (prepúcio) para fazer uma higiene mais adequada, retirando os “sebos” (esmegma) e, nas mulheres, abrir os grandes lábios;

-Uso de fralda: nesse caso a atenção deve ser redobrada, deve ter uma rotina de trocas e verificação da fralda. Não deixar muito tempo sem trocar, a urina é ácida e pode provocar assaduras, realizar a troca de 3 em 3 horas. Se possível, colocar a fralda somente no período noturno e, durante o dia estimular o idoso a chamar e/ ou encaminhar ao banheiro e/ ou oferecer o “papagaio”.

Tratamento:

O tratamento é simples, mas é necessária avaliação médica.

-Antibiótico preventivo: tratamento médico que dura em torno de 6 meses e são baixas doses de antibióticos; quem convive com a infecção urinária várias vezes ao ano pode recorrer a esse tratamento;

-Cranberry: recomendam sucos, cápsulas ou a fruta, indicados para o tratamento com a bactéria Escherichia Coli;

-Ingestão de água: mínimo de 2 litros por dia;

-Ingestão de probióticos/ fibras: para auxiliar no bom funcionamento do intestino.

Fonte: https://scaelife.com.br/…/infeccao-urinaria-o-que-devemos-s…

Curta! Compartilhe! Comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Agenda de Eventos

11/01/2018 - 15:43 Por:

Categoria(s): Cursos, Educação, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Palestras, Qualidade de Vida

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Os Velhos

9/01/2018 - 18:52 Por:

Categoria(s): Arte, Poesia, Reflexão

 

Todos nasceram velhos — desconfio.
Em casas mais velhas que a velhice,
em ruas que existiram sempre — sempre
assim como estão hoje
e não deixarão nunca de estar:
soturnas e paradas e indeléveis
mesmo no desmoronar do Juízo Final.
Os mais velhos têm 100, 200 anos
e lá se perde a conta.
Os mais novos dos novos,
não menos de 50 — enorm’idade.
Nenhum olha para mim.
A velhice o proíbe. Quem autorizou
existirem meninos neste largo municipal?
Quem infringiu a lei da eternidade
que não permite recomeçar a vida?
Ignoram-me. Não sou. Tenho vontade
de ser também um velho desde sempre.
Assim conversarão
comigo sobre coisas
seladas em cofre de subentendidos
a conversa infindável de monossílabos, resmungos,
tosse conclusiva.
Nem me veem passar. Não me dão confiança.
Confiança! Confiança!
Dádiva impensável
nos semblantes fechados,
nos felpudos redingotes,
nos chapéus autoritários,
nas barbas de milénios.
Sigo, seco e só, atravessando
a floresta de velhos.

Carlos Drummond de Andrade, in ‘Boitempo’

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Página 1 de 19512345...102030...Ultima página »