Dengue… como eu me curei dela!

5/04/2008 - 17:13 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

No dia 19 de abril de 2007 eu acordei com dores terr√≠veis no corpo, como se tivesse levado uma surra, estava com febre e muito mal estar, muita dor nas p√°lpebras, todos sintomas de dengue, mas n√£o queria admitir que estava com esta doen√ßa. Como tinha que dar uma aula e depois uma palestra no Sesc, levei argila terap√™utica para o trabalho, para fazer uso interno. Tomei √°gua argilosa (uma colher de caf√© do p√≥ da argila em tr√™s dedos de √°gua) assim que cheguei ao Teatro de T√°buas (ONG em que eu trabalhava na √©poca) e depois, tomei de novo, ap√≥s a aula do projeto, por volta de 11:30h. Com isto, consegui reunir for√ßas para dar a palestra no Sesc, mesmo com muita febre, tremendo de frio. Sai de l√° e fui para uma consulta de floral com a Mari√Ęngela (terapeuta floral e professora de eutonia), mal conseguia manter meus olhos abertos. Passei pela consulta e ela me receitou florais que pudessem auxiliar no meu restabelecimento. Ali mesmo j√° tomei cinco gotas. Ao chegar em casa, comi metade de um mam√£o, preparei uma pasta de argila, apliquei no abd√īmen, tomei mais cinco gotas de floral e fui dormir.

No dia seguinte seria inaugura√ß√£o da sede do Teatro de T√°buas e eu tinha que estar presente. As dores continuavam, mas com menos intensidade, continuava com febre e ainda dor nas p√°lpebras. A dor no corpo diminuiu consideravelmente. Continuei fazendo uso interno da argila durante umas duas vezes ao longo do dia. Quando cheguei em casa, n√£o consegui comer, pois estava muito enjoada, ent√£o, tomei √°gua argilosa, fiz uma aplica√ß√£o de argila no abd√īmen e fui dormir. No s√°bado, passei o dia de cama, comendo bem pouco por causa do enj√īo e aplicando argila no abd√īmen de tempos em tempos. De noite, a febre chegou ao seu limite, tive queda de press√£o, perda do equil√≠brio e dos sentidos, quedas e convuls√£o. Ap√≥s esta crise, o Martim (meu marido) me deu um banho e fomos dormir. De madrugada acordei com fome, mas n√£o consegui comer, consegui me alimentar a base de soro caseiro. No domingo e dias seguintes, continuei com as aplica√ß√Ķes de argila no abd√īmen e tomando soro. A febre cedeu por inteiro na segunda-feira de noite, o enj√īo foi diminuindo, mas ainda me sentia fraca e sem energia. Na ter√ßa, j√° consegui voltar a me alimentar e a caminhar e tiveram in√≠cio as coceiras no corpo. Na quarta j√° voltei a trabalhar e as coceiras continuaram por mais dois dias, para ameniz√°-las, lavei os locais ora com √°gua argilosa, ora com √°gua de vinagre de ma√ß√£ (uma colher de sopa de vinagre de ma√ß√£ para 500ml de √°gua).

De todos os casos de dengue do Teatro de T√°buas (no total cinco funcion√°rios), o meu foi o √ļltimo e mais grave, em que tive todos os sintomas desta doen√ßa. Por outro lado, a cura se deu mais r√°pido, acredito que pelo tratamento realizado, em que aliei o uso poderoso da argila terap√™utica, o descanso do corpo e t√©cnicas naturais, al√©m de muita espiritualidade.

Relato real de Wanda Patrocinio

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.

OBS. 1: N√£o realizamos orienta√ß√Ķes de tratamentos √† dist√Ęncia. O ideal √© procurar um terapeuta pessoalmente para receber as informa√ß√Ķes para o seu caso e depois ser√° poss√≠vel dar seguimento ao tratamento em sua resid√™ncia.

OBS. 2: Damos cursos √† dist√Ęncia sobre terapias complementares e gerontologia. Os interessados dever√£o acessar o link: http://www.gerovida.com.br/gerontologia/cursos-distancia.html

Indique esse artigo Indique esse artigo

Veja Também:

Por favor, Deixe um comentário aqui !