Pata-de-vaca e redução da glicose

12/08/2008 - 20:33 Por:

Categoria(s): Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Qualidade de Vida

Por Roberto Fleury/UnB Agência

A planta medicinal de origem brasileira conhecida como pata-de-vaca ou Bauhinia variegata é comumente utilizada por diabéticos para controle da glicemia na forma de chá. Essa função disseminada pela sabedoria popular foi estudada por pesquisadores do Laboratório de Farmacologia Molecular da Universidade de Brasília (UnB) e comprovada cientificamente. O professor Francisco de Assis Rocha Neves, coordenador do laboratório, e seu orientando Marlon Duarte da Costa verificaram em ensaios in vitro realizados com células humanas, que o extrato da planta ativa o receptor PPAR-gama, que é um potente estimulador da ação da insulina – hormônio responsável pela entrada de glicose na célula. A má notícia para os diabéticos é que, além de facilitar a ação da insulina, o extrato da pata-de-vaca ativa outros receptores, como o do estrógeno, que pode aumentar o risco de câncer de útero e mama e o da transcrição genética, que pode alterar o funcionamento da renovação celular. Apesar do experimento ter sido feito com o extrato, Neves acredita que os efeitos nas células seriam os mesmos que com a ingestão do chá.

Para Neves, deve-se ter cuidado antes de usar a planta indiscriminadamente “Como não sabemos ainda as consequências desses mecanismos, é preciso cuidado antes de utilizar essa planta indiscriminadamente para controlar a glicose”, alerta Neves. A pata-de-vaca é assim chamada porque a folha da árvore com flores brancas ou roxas tem essa forma. A planta também é muito utilizada em paisagismo.

COMPARAÇÕES – No estudo, a atividade do extrato da planta, coletada no campus universitário entre junho e agosto de 2003, também foi comparada a medicamentos utilizados por diabéticos na ativação do receptor PPAR-gama. O princípio testado foi a pioglitazona. A planta ressecada e transformada em pó demonstrou atividade duas a três vezes maior que a ação da pioglitazona na ativação do PPAR-gama. Os cientistas passaram então a testar isoladamente as moléculas do extrato da planta para ver qual delas é responsável por essa ação. Uma delas, a molécula kaempferol, purificada na Universidade Federal de Santa Catarina, ativou menos o PPAR-gama que a pioglitazona. “Isso significa que há outras moléculas envolvidas no mecanismo da ação da Pata de Vaca que precisam ser estudadas”, diz Neves. A pesquisa continua para identificar qual molécula do extrato da planta apresenta essa ação exata. A partir daí, um medicamento mais específico que os já existentes no mercado poderá ser elaborado. Neves acredita que esse processo pode levar cerca de três anos. Enquanto isso, recomenda-se o uso bastante moderado do chá.

Francisco de Assis Rocha Neves – chico@unb.br. (médico, pós-doutor pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e doutor e mestre em nefrologia pela Escola Paulista de Medicina. É coordenador do Laboratório de Farmacologia Molecular da Universidade de Brasília.

Marlon Duarte da Costa é graduado em Farmácia e mestrando em Ciências da Saúde pela UnB.

Indique esse artigo Indique esse artigo

Tags: ,

Veja Também:

14 Comentários »

  1. gilson souza dá seu palpite,

    janeiro 29, 2009 @ 14:02

    qual é a quantidade de folhas de “PATA DE VACA” para um litro de água ?
    qual é a dosagem a ser ingeida diariamente ?

  2. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    janeiro 30, 2009 @ 15:08

    Caro Gilson, boa tarde!

    Este artigo foi escrito por Roberto Fleury, da Agência da Universidade de Brasília.
    Acredito que você conseguirá as respostas para os seus questionamentos, escrevendo diretamente para o coordenador desta pesquisa – Francisco de Assis Rocha Neves – chico@unb.br

    Abraço,
    Wanda.

  3. Maria Helena dá seu palpite,

    maio 5, 2009 @ 17:56

    Sou diabetica nao uso insulina e gostaria de saber se posso tomar o cha de pata de vaca. Tenho 54 anos e nao tenho o utero

  4. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    maio 7, 2009 @ 9:08

    Bom dia Maria Helena!

    Este artigo foi escrito por Roberto Fleury, da Agência da Universidade de Brasília.
    Acredito que você conseguirá a resposta para seu questionamento, escrevendo diretamente para o coordenador desta pesquisa – Francisco de Assis Rocha Neves – chico@unb.br

    Abraço,
    Wanda.

  5. vanessa dá seu palpite,

    agosto 18, 2010 @ 23:05

    Gostaria de saber se o chá da folha de pata-de-vaca da flor branca ajuda a emagrecer?
    Pois tenho noticias de pessoas q tomaram e emagreceram.

  6. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    agosto 19, 2010 @ 20:49

    Boa noite Vanessa!

    Infelizmente, não saberei te responder.
    Sugiro o site da nutricionista Ana Ceregatti, talvez ela possa te auxiliar: http://www.anaceregatti.com.br

    Abraço,
    Wanda.

  7. Gilmar Mobile dá seu palpite,

    agosto 23, 2011 @ 22:48

    Conversando com várias pessoas referente a folha da pata de vaca, falaram-me bem sobre está folha e pessoas que já tomaram e continuam tomando, isso é tem que tomar moderadamente, a cada litro de água a quantidade de folhas secas tem que dar na palma da mão, se colocar mais é prejudicial e tomar de manhã, a tarde e a noite somente uma xicara.

  8. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    agosto 24, 2011 @ 17:42

    Boa tarde Gilmar!

    Agradecemos por compartilhar esta informação em nosso blog.

    Abraço,
    Wanda.

  9. EDILBERTO RANGEL dá seu palpite,

    outubro 17, 2011 @ 21:21

    Sou diabetico.Tenho dois pés de pata de vaca em casa.As flores são brancas.Uma dúvida é que estas arvores não tem espinho.Será que essa pode tomar o chá?.Edilberto

  10. davi alves da silva dá seu palpite,

    dezembro 28, 2011 @ 9:18

    sou diabetico tenho 56 anos eu posso tomar ocha de pata de vaca minha glisemia nao cosigo baixar de 145 139 148 e tomo remedio

  11. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    janeiro 6, 2012 @ 14:36

    Boa tarde Edilberto!

    Não saberíamos responder a sua dúvida.
    Sugerimos que entre em contato com o autor desta pesquisa.
    Francisco de Assis Rocha Neves: chico@unb.br.

    Abraço,
    Wanda.

  12. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    abril 6, 2012 @ 11:19

    Bom dia Davi!

    O ideal é que você consulte o médico que acompanha seu caso para avaliar se poderia tomar este chá como complemento aos remédios que usa atualmente.

    Abraço,
    Wanda.

  13. Dauri dá seu palpite,

    janeiro 27, 2014 @ 17:14

    Em Presidente Médici tem um dentista cujo nome e Milton; toma a pata de vaca da flor branca; sua taxa era de 400 esta normal agora ele toma 15 gotas de 15 em 15 dias

  14. maria do carmo boffa dá seu palpite,

    junho 21, 2014 @ 23:17

    Conheço muita gente que é diabético(a) e toma chá de pata de vaca, só que tem que ser branca e de preferencia que tenha espinhos. Hoje fiquei sabendo que minha glicemia esta em 103, nunca passou dos dois dígitos que é o correto, já comecei a tomar o chá, isto aconteceu p\ falta de exercício, estou com sério problema de coluna .Logo tenho certeza minha glicemia estará nos dois dígito, este chá é milagroso, assim como o chá de pau tenente, falo com muito conhecimento que tenho das ervas. Nunca esquecendo que o que cura também mata. Use ervas com cuidado.
    Duas xícaras de chá ao dia é o suficiente. Boa sorte.

RSS Feed for comments on this post · TrackBack URI

Por favor, Deixe um comentário aqui !