Capacidade funcional

22/01/2009 - 12:15 Por:

Categoria(s): Gerontologia

A defini√ß√£o operacional de capacidade funcional est√° relacionada a medida do grau de preserva√ß√£o da capacidade do indiv√≠duo para realizar atividades de vida di√°ria (AVDs) e do grau de capacidade para desempenhar as atividades instrumentais de vida di√°ria (AIVDs). As AVDs s√£o as que se referem ao autocuidado, ou seja, permitem ao idoso cuidar-se e responder por si s√≥ no espa√ßo limitado de seu lar, envolvendo, por exemplo: alimentar-se, ter contin√™ncia, locomover-se, tomar banho, vestir-se, usar o banheiro, andar nos arredores de casa, subir e descer escadas e cortas as unhas. J√° as AIVDs est√£o relacionadas com fun√ß√Ķes mais complexas que permitem a vida independente na comunidade, incluindo por exemplo: fazer compras, cozinhar, arrumar a casa, telefonar, usar o transporte, lavar roupa, tomar rem√©dio e ter habilidade para lidar com as pr√≥prias finan√ßas. Existem ainda as atividades que podem ser consideradas avan√ßadas de vida di√°ria (AAVDs), como dirigir carro, praticar esporte, andar de bicicleta, cantar, viajar, dan√ßar, entre outras. Essas atividades n√£o s√£o fundamentais para uma vida independente, mas como tendem a ser dependentes de vontade e da motiva√ß√£o, sua presen√ßa √© indicativa de maior capacidade funcional e melhor sa√ļde f√≠sica e mental.

Os déficits em capacidades funcionais refletem-se na dependência funcional, a qual, além de poder comportar uma gradação, pode não atingir todos os domínios do funcionamento dos idosos ao mesmo tempo. Por exemplo, dificuldades em locomoção, déficits sensoriais e até mesmo invalidez não implicam necessariamente descontinuidade do funcionamento intelectual e afetivo. Como pessoas de quaisquer idades, os idosos são capazes de ativar mecanismos de compensação e otimização para enfrentar perdas em funcionalidade, lançando mão de recursos tecnológicos, solicitando apoio social e psicológico, ou valendo-se do controle exercido sobre o comportamento de outras pessoas.

Al√©m da depend√™ncia nas AVDs e AIVDs, a incapacidade funcional pode levar o idoso a uma depend√™ncia mental. Doen√ßas como depress√£o e dem√™ncia j√° est√£o, em todo o mundo, entre as principais causas de anos vividos com incapacidade, exatamente por conduzirem √† perda de independ√™ncia e, quase necessariamente, √† perda de autonomia (Gordilho et al., 2001). Assim, √© importante desenvolver, validar e usar indicadores de sa√ļde capazes de identificar idosos de alto risco de perda funcional e orientar a√ß√Ķes para a manuten√ß√£o da funcionalidade, mantendo-os na comunidade pelo maior tempo poss√≠vel com o m√°ximo de independ√™ncia e qualidade de vida.

Reprodução parcial do texto escrito por Adriana Correa Aykawa e Anita Liberalesso Neri

Retirado de Neri, Anita L. Palavras-chave em gerontologia. Campinas, SP: Editora Alínea, 2005. pág. 29-32

Indique esse artigo Indique esse artigo

Veja Também:

8 Coment√°rios »

  1. verlayne dá seu palpite,

    novembro 9, 2009 @ 20:52

    olOl√° boa noite, sou estudante de fisioterapia da UCSAL e gostaria de receber alguns artigos para serenm utilizadso em meu tcc sobre capacidade funcional .

  2. verlayne dá seu palpite,

    novembro 9, 2009 @ 20:54

    OS artigos sao ótimos e com temas que estao em alta em nossa vivencia com a sociedade brasileira que se destaca pela sua longevidade.LEGAL

  3. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    novembro 12, 2009 @ 15:21

    Boa tarde Verlayne!

    Escrevi no seu email com cópia para uma amiga, a Fernanda, que é fisioterapeuta e tem algum material na área de capacidade funcional, para que ela possa te auxiliar.

    Abraço,
    Wanda.

  4. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    novembro 12, 2009 @ 15:23

    Obrigada Verlayne!

    Abraço,
    Wanda.

  5. Monique Carla da Silva dá seu palpite,

    julho 30, 2010 @ 8:44

    Quem treina AVD e AIVD é o terapeuta ocupacional e nunca o fisioterapeuta!
    Est√° claramente descrito nos procedimentos do nosso conselho federal.

  6. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    agosto 2, 2010 @ 19:57

    Boa noite Monique!

    Obrigada pelo seu coment√°rio!
    O texto apresenta a definição de capacidade funcional, não entrando no mérito de quem é o responsável por treinar estas atividades.

    Abraço,
    Wanda.

  7. leticia dá seu palpite,

    outubro 19, 2011 @ 18:24

    gostei….

  8. Wanda Patrocinio dá seu palpite,

    janeiro 10, 2012 @ 16:12

    Obrigada Letícia!

RSS Feed for comments on this post · TrackBack URI

Por favor, Deixe um comentário aqui !