O rio da vida

5/07/2010 - 11:55 Por:

Categoria(s): Reflex√£o

A vida é como um rio. O rio da vida flui continuamente, alheio ao fato de você estar feliz ou triste, ser bom ou ruim, ser altruísta ou egoísta. Ele simplesmente continua a fluir. Algumas pessoas vêm um rio e choram. Outras ficam felizes, mas o rio não se importa, simplesmente continua a fluir. Você pode usá-lo, retirar água, banhar-se e até se afogar nele. O rio continua a fluir porque ele é impessoal. Assim é com o rio da vida. O rio pode nos fazer boiar nele, nos levar nas suas correntezas, nos refrescar com as quedas d’água, pode te banhar ou até te machucar. A interpretação e o uso que fazemos da força das suas águas determinam nossos efeitos ou resultados.
Podemos receber do rio da vida apenas o que nossa mente √© capaz de aceitar. Podemos nos dirigir ao rio da vida com uma colher de ch√°, enquanto outra pessoa pode ir com uma x√≠cara, um terceiro com um balde e outro com um barril. Mas a abund√Ęncia do rio est√° sempre ali, aguardando. Nossa consci√™ncia, nossas ideias, nossa estrutura de refer√™ncia e nosso sistema de cren√ßas determinam se vamos ao rio da vida com uma colher de ch√°, uma x√≠cara, um balde ou um barril.
Se voc√™ vai ao rio apenas com uma colher de ch√°, pode voltar maldizendo a pequena quantidade de √°gua que conseguir. Pode, ent√£o, amaldi√ßoar outros que t√™m mais que voc√™. Lembre-se, por√©m: seja o que for que voc√™ venha a amaldi√ßoar, o amaldi√ßoado acabar√° sendo voc√™. O rio est√° l√°, transbordando abund√Ęncia. Podem-se usar um balde ou barril para retirar sua √°gua. E colher muito do rio da vida. A √ļnica limita√ß√£o est√° em nossa mente. Quem abandona a cren√ßa de que nada pode conseguir acaba conseguindo tudo quanto deseja. √Č muito mais simples do que parece.
Elisandra Villela Gasparetto Sé
01/06/2010

Indique esse artigo Indique esse artigo

Veja Também:

Por favor, Deixe um comentário aqui !