Os Idosos são capazes de aprender?

27/10/2017 - 10:39 Por:

Categoria(s): Dicas, Educação, Reflexão

Muitas pessoas acreditam que os idosos não conseguem mais aprender algo novo. Qual sua opinião sobre isto? Infelizmente, isto é uma crença errônea. Os idosos conseguem e devem obter novos aprendizados.

O ser humano aprende desde o nascimento até a morte; desse modo, a pessoa é constantemente educada e estimulada. Os idosos, diante das vivências de cada etapa da vida, acumularam conhecimento e experiência, por isso, predispõem de um condicionamento natural e de aprendizagens anteriormente adquiridas; porém esse acúmulo não se esgota.

Estudar algo novo, além de estimular as funções cognitivas pode, direta ou indiretamente, promover relações sociais. Ao estudar e aprender algo diferente, o idoso amplia e reformula o pensamento, além de redimensionar e redirecionar fatos e ações. Sendo assim, a educação é um dos meios para vencer os desafios impostos pela idade e pela sociedade, propiciando aprendizado de novos conhecimentos e oportunidades.

Estratégias persistentes e bem postas podem provocar novas convicções e mudanças. A problematização do cotidiano e dos estereótipos que permeiam o idoso, bem como a relação sobre si e o outro, podem conceder novas oportunidades para mudar. Ressalta-se que o intuito da aprendizagem é a liberdade; ao conseguir libertar dos preconceitos e reconquistar a autonomia para escolher e para questionar e para julgar ideias impostas.

As metodologias utilizadas determinam o sucesso ou fracasso de uma atividade, bem como o desempenho intelectual do idoso. A metodologia de ensino deve privilegiar o idoso como protagonista de seu próprio aprendizado, numa relação participativa entre professor e aluno. Sob essa perspectiva, sugere-se a pedagogia participativa problematizadora como arcabouço teórico para facilitar o aprendizado dos alunos-idosos. Durante o processo educacional, deve-se encorajar uma apropriação ativa e crítica, em vez do acúmulo estático de conhecimento por parte dos idosos. Os conteúdos discutidos precisam ter significado e relevância.

A fruição, o gosto por aprender, a realização de sonhos e projetos de vida adiados, a necessidade de se sentir vivo, ativo, atualizado e inserido na sua comunidade fazem com que as pessoas idosas procurem sempre aprender algo. Esse aluno de escolher as atividades que melhor se adéquam aos seus objetivos. Deve poder buscar seu crescimento pessoal e coletivo. Os novos conhecimentos precisam ter um valor prático e relevante para a vida do aluno idoso.

Lembre-se de que sempre é tempo de começar e aprender algo novo!

O que você acha?

Deixe a sua opinião, sugestão e comentário.

Indique esse artigo Indique esse artigo

Tags: , , ,

Veja Também:

Por favor, Deixe um comentário aqui !