Arquivo de Arte

Grupos em arteterapia: redes criativas para colorir vidas

30/05/2011 - 16:59 Por:

Categoria(s): Arte, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 160
“Grupos em arteterapia: redes criativas para colorir vidas”, de Angela Philippini. Wak Editora
O grupo arteterapêutico é um território criativo, sementeira de possibilidades expressivas, espaço vivencial e de afirmação da autonomia existencial através do caminho da individuação.
Ao arteterapeuta compete desbloquear o processo criativo dos participantes já que este é o eixo de todo o processo, fortalecê-lo. Aos integrantes do grupo cabe a entrega, a dedicação, a disciplina e o mergulho no ato criativo.
Neste percurso simbólico compartilhado por meio de formas cores e movimentos, surge e define-se um organismo vivo, pulsante, peculiar e pleno de potencialidades; O GRUPO…
Deste modo, o grupo como um personagem que irá gradualmente se configurando, necessitará de cuidados específicos e contínuos ao longo de seus diferentes ciclos, para que possa alcançar um desenvolvimento harmônico em suas múltiplas dimensões.
O grupo arteterapêutico oferece aos seus integrantes a possibilidade de uma rede criativa para colorir suas vidas, por meio do exercício de imaginar, das interações afetivas, e do contínuo fazer criativo, que vai proporcionando as informações necessárias para as trajetórias de mudança.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Dança ajuda a exercitar mente, concentração e memória

16/05/2011 - 16:18 Por:

Categoria(s): Arte, Gerontologia

Por Elisandra Vilella G. Sé
Durante muitos anos a dança foi considerada apenas como um instrumento de recreação e lazer. Tanto os médicos quanto os leigos, ao pensarem numa atividade física adequada para idosos, consideravam apenas a hidroginástica e a caminhada. Hoje sabemos que a dança é uma atividade física positivamente associada à saúde psicológica e ao bem-estar emocional dos idosos.
Com o advento dos programas educacionais para idosos, a dança passou a fazer parte de todos os módulos de atividade física. Por ser uma atividade aeróbica, muitas vezes é uma recomendação médica com o intuito de amenizar sintomas de algumas doenças como: hipertensão, obesidade, osteoporose, depressão e exercícios para a memória, etc. Além disso, a dança, principalmente a de salão é uma atividade que estimula a sociabilidade e promove o bem-estar emocional.

Memória é fator motivacional para dançar

No Brasil, as pesquisas envolvendo dança e idosos são incipientes, porém as práticas de ensino de dança são muitas. Pessoas que vivenciaram as idas aos grandes bailes em salões, têm em sua memória o registro do prazer que essa atividade proporciona. Por isso, a prática da dança por parte dos idosos deve-se levar em consideração o fator relacionado à memória, às recordações que o idoso traz para o grupo em termos de relatos de experiência e pesquisa de fotos e discos antigos que registram essa época. É essa experiência que o idoso já possui com a dança que o motiva a continuar dançando.
São vários os motivos que levam uma pessoa a procurar a dança como atividade física. Na dança além de exercitar o corpo, a agilidade, coordenação motora e equilíbrio, ela também exercita a mente, a atenção, a concentração e a memória. Diminui o estresse e a ansiedade, além de melhorar a autoestima, porque a dança ajuda na percepção positiva do corpo.
Pesquisas científicas envolvendo dança e idosos comprovam as contribuições para a saúde física e mental dos sujeitos, principalmente no que se refere aos ganhos ligados à força, ritmo, agilidade, equilíbrio e flexibilidade. As atividades físicas, quando praticadas regularmente, retardam as doenças que podem acometer os idosos.
É evidente também a possibilidade de retardar o declínio normal associado ao envelhecimento com a prática da dança. A dança é uma atividade física de corpo e alma. Somos um corpo inteligente, um corpo que sonha, reage, se emociona, sofre e que têm afetos. Cada um tem uma história corporal. Nosso corpo cresce com a experiência da atividade que praticamos com ele.
http://www2.uol.com.br/vyaestelar/mentenaterceiraidade_danca.htm


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Contribuições de Freud à Arte e à Cultura

15/01/2011 - 12:16 Por:

Categoria(s): Arte, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 146
“Contribuições de Freud à Arte e à Cultura”, organizado por Maria Virginia Filomena Cremasco e Nadja Nara Barbosa Pinheiro. Editora Alínea, 2010.
Este livro comemora o sesquicentenário de Freud reunindo textos que falam sobre a importância da psicanálise na cultura em geral e, também, nas artes, na educação, na clínica, na pesquisa, na compreensão das subjetividades e dos sofrimentos humanos.
Propõe-se, ao leitor, remeter-se a algo de si mesmo diante do mundo, de seus sofrimentos, de sua estranheza. Recomenda-se esta leitura a estudantes e estudiosos de diferentes áreas e perspectivas.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

A arte secreta de Michelangelo: uma lição de anatomia na Capela Sistina

15/11/2010 - 8:49 Por:

Categoria(s): Arte, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 140
“A arte secreta de Michelangelo: uma lição de anatomia na Capela Sistina”, de Gilson Barreto e Marcelo Ganzarolli Oliveira. São Paulo. Editora Arx, 2004. 4ª edição revista e ampliada.
Ao observar as pinturas na Capela Sistina, o cirurgião brasileiro Gilson Barreto constatou que algumas figuras continham semelhanças com órgãos do corpo humano. E, cada vez que reconhecia uma peça da anatomia humana numa pintura, ele também percebia um código formado por gestos, olhares e jogos de luz que indicava que Michelangelo queria mostrar muito mais do que uma pintura religiosa. Essa constatação também foi percebida em duas famosas esculturas do artista – Pietá e Moíses. Este livro traz a pesquisa realizada por Gilson Barreto e pelo cientista Marcelo G. de Oliveira. Com texto de apresentação do jornalista Heródoto Barbeiro e endossado por anatomistas, estudiosos de arte e formadores de opinião do Brasil e do exterior.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Dança

26/10/2010 - 10:14 Por:

Categoria(s): Arte

Desde 1982, no dia 29 de abril comemora-se o dia internacional da dança, instituído pela UNESCO em homenagem ao criador do balé moderno, Jean-Georges Noverre. A Dança é a arte de mexer o corpo, através de uma cadência de movimentos e ritmos, criando uma harmonia própria.
Não é somente através do som de uma música que se pode dançar, pois os movimentos podem acontecer independentes do som que se ouve, e até mesmo sem ele. A história da dança retrata que seu surgimento se deu ainda na pré-história, quando os homens batiam os pés no chão. Aos poucos, foram dando mais intensidade aos sons, descobrindo que podiam fazer outros ritmos, conjugando os passos com as mãos, através das palmas.
O surgimento das danças em grupo aconteceu através dos rituais religiosos, onde as pessoas faziam agradecimentos ou pediam aos deuses o sol e a chuva. Os primeiros registros dessas danças mostram que as mesmas surgiram no Egito, há dois mil anos antes de Cristo. Mais tarde, já perdendo o costume religioso, as danças apareceram na Grécia, em virtude das comemorações aos jogos olímpicos.
O Japão preservou o caráter religioso das danças, onde as mesmas são feitas até hoje, nas cerimônias dos tempos primitivos. Em Roma, as danças se voltaram para as formas sensuais, em homenagem ao deus Baco (deus do vinho), onde se dançava em festas e bacanais.
Nas cortes do período renascentista, as danças voltaram a ter caráter teatral, que estava se perdendo no tempo, pois ninguém a praticava com esse propósito. Praticamente daí foi que surgiram o sapateado e o balé, apresentados como espetáculos teatrais, onde passos, música, vestuário, iluminação e cenário compõem sua estrutura. No século XVI surgiram os primeiros registros das danças, onde cada localidade apresentava características próprias. No século XIX surgiram as danças feitas em pares, como a valsa, a polca, o tango, dentre outras. Estas, a princípio, não foram aceitas pelos mais conservadores, até que no século XX surgiu o rock’n roll, que revolucionou o estilo musical e, consequentemente, os ritmos das danças.
Assim como a mistura dos povos foram acontecendo, os aspectos culturais foram se difundindo. O maracatu, o samba e a rumba são prova disso, pois através das danças vindas dos negros, dos índios e dos europeus esses ritmos se originaram.
Hoje em dia as danças voltaram-se muito para o lado da sensualidade, sendo mais divulgadas e aceitas por todo o mundo. Nos países do oriente médio a dança do ventre é muito difundida e no Brasil, o funk e o samba. Além desses, o Strip-tease tem tido grande repercussão, principalmente se unido à dança inglesa, pole dance, mais conhecida como a dança do cano.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola
http://www.brasilescola.com/artes/danca.htm


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Retrato da Maturidade (Acróstico)

21/10/2010 - 17:36 Por:

Categoria(s): Arte, Gerontologia, Poesia

Maestro Urban

Combatendo na estrada da vida
A sorrir vai o idoso passando,
Nos embates da luta renhida,
Tanto amor e esperança, sonhando.
O destino lhe foi bom amigo.

Realizou sempre seu ideal,
Enfrentou a ilusão e o perigo,
Alcançou a vitória, final.
Ladeado de filhos e netos

Desfrutando carinho e afeição,
Amizades e braços abertos

Mais amor dentro do coração.
Atingiu tanta idade sorrindo,
Tendo ao lado uma intensa paixão
Um segredo na alma curtindo,
Repassado de afeto e emoção.
Inspirado na mãe natureza,
Dando a todos lições de bondade
Assim vive, fruindo a beleza,
Dias lindos de encanto e saudade:
Este é o retrato da maturidade.


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Afinal, o que é Arte

20/02/2010 - 14:33 Por:

Categoria(s): Arte, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 108

afinalArte

“Afinal, o que é Arte?”, de Claudio Richerme. Air Musical Editora, 2007.
Neste livro, o autor torna claro, a cada capítulo, que a emoção estética, ou a sensação de beleza, é a admiração inconsciente ou consciente pela inteligência de uma organização formal. Em linguagem clara e precisa, sugere uma relação efetivamente próxima entre estética e inteligência, chegando a uma definição de arte. O livro é de especial interesse aos educadores em arte.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Picasso e Guernica

13/02/2010 - 13:25 Por:

Categoria(s): Arte, Educação

UMA FORMA DIFERENTE E INCRÍVEL DE VER UMA OBRA FAMOSA DE PICASSO
Picasso e Guernica em 3D, assista o vídeo abaixo
http://www.lena-gieseke.com/guernica/movie.html

guernica

Toda a gente conhece a Guernica, um painel pintado a óleo com 782 x 351cm, que Pablo Picasso apresentou em 1937 na Exposição Internacional de Paris.

A tela, em preto e branco, representa o bombardeamento sofrido pela cidade espanhola de Guernica em 26 de Abril de 1937 por aviões alemães e atualmente está exposta no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madrid..

O pintor, que morava em Paris na altura, soube do massacre pelos jornais e pintou as pessoas, animais e edifícios destruídos pela força aérea nazista tal como os viu na sua imaginação.

Agora uma artista nova-iorquina, Lena Gieseke, que domina as mais modernas técnicas de infografia digital, decidiu propor uma versão 3D da célebre obra e colocá-la na net sob a forma de um vídeo (ver relacionados no final do texto). O resultado é fascinante e permite-nos visualizar detalhes que de outro modo nos passariam despercebidos. Essa técnica inovadora revela-se um instrumento poderoso para compreender melhor a forma de trabalhar do pintor e até o modo como funcionava a sua imaginação.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Experenciando a Arte

4/01/2010 - 12:13 Por:

Categoria(s): Arte, Educação, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 97

experienciandoarte

“Experenciando a Arte”, de José Ducarmo Alexandrino. Editora C/ Arte, 2009.
Este livro traz uma coleção de 20 planos de aula categorizados segundo a expressão artística a ser explorada – Movimento Criativo/Dança, Improvisação Teatral, Experiências Plásticas/Visuais, Criação de Texto e Experiências Sonoras/Musicais. As atividades foram elaboradas a partir dos tópicos curriculares do Ensino Fundamental, mas podem, como autoriza o autor, ser modificadas, melhoradas ou servir de inspiração a outras propostas.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Arte Moderna

26/09/2009 - 14:17 Por:

Categoria(s): Arte, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 80

artemoderna

“Arte Moderna”, de Giulio Carlo Argan. Editora Cia das Letras, Cia das Letras, 1999.
Cerca de 750 ilustrações e um texto primoroso compõem este clássico da história da arte, traduzido no mundo inteiro, com mais de 4 milhões de cópias vendidas.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Página 10 de 12« Primeira página...89101112