Arquivo de Curiosidades

Ervas Medicinais – Crajiru Pariri

20/10/2017 - 10:36 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Ervas Medicinais, Qualidade de Vida

 

Olá Pessoal!

Hoje vamos falar dos benefícios do Crajiru Pariri

Nome científico: Arrabidaea chica

É uma planta com poder de cura altíssimo. Pode-se usar a planta toda.

 Indicações: é excelente para combater câncer, toda espécie de herpes e infecções, colites, úlceras, gastrite, anemia e boa para prostatite.

Contra indicação: nenhuma

Poder curativo: é de 60%

Sua toxidez: baixa.

Fonte: Livro “Existem doenças incuráveis?”, de Jaime Brüning, 2003, p.106.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Sexo na velhice

19/10/2017 - 12:37 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Qualidade de Vida, Reflexão

Você já pensou sobre o tema sexo na velhice?

Você acha que os idosos deixam de ser sexualmente ativos?

Ao contrário de determinadas crenças, o idoso faz sexo sim!

Com o envelhecimento, alterações fisiológicas podem ocorrer, mas o entendimento sobre o corpo e a sexualidade também pode auxiliar na adaptação das mudanças corporais. Por isso, para quem ainda acha esse tema um tabu, o vê como vergonhoso, com inseguranças e receios, faz-se necessário buscar uma melhor compreensão sobre gênero, corpo, sexualidade e sociedade. Se você ainda tem este tipo de preconceito, pesquise, reflita e se abra para novas possibilidades…

Pense nisto!

Curta! Compartilhe! Comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Contar Histórias

17/10/2017 - 12:38 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Educação, Reflexão

A dica de hoje da GeroVida faz bem tanto para quem conta, quanto para quem ouve a história!

Estimula a memória;
Instiga a criatividade;
Fomenta a imaginação;
Aguça a atenção;
Aprimora a linguagem;
Melhora a habilidade de escuta;
Promove a sociabilização;

Então vamos ler e contar histórias para todos.

Tem alguma história que marcou a sua vida? Compartilhe conosco!

Conheça o Facebook da GeroVida.

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Alongamentos musculares para idosos

29/09/2017 - 15:53 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Gerontologia, Qualidade de Vida

 

O alongamento é uma atividade muito benéfica para o idoso, pois esse exercício busca a manutenção e o desenvolvimento de uma capacidade física específica: a flexibilidade, já que ela ajuda a melhorar a amplitude articular.

Quando realizado antes da atividade física, além de prevenir lesões, prepara o organismo para um posterior esforço, pois dispersa o ácido láctico, decorrente da mesma, bem como oxigena a musculatura. Ácido láctico é uma substância que o organismo produz após a prática de uma atividade física e que irá provocar uma incômoda dor muscular.

A diminuição da amplitude de movimentos a partir de um aspecto articular e muscular, promove uma diminuição da flexibilidade em diversas partes do corpo do idoso, ocasionando os desvios posturais e aumentando o risco de lesões por quedas.

Sabe-se que uma queda para o idoso muitas vezes pode ser fatal, já que a necessidade da imobilização na cama devido a uma fratura é muito ruim para essa faixa etária, pois muitas complicações podem ocorrer, como pneumonias e tromboses. Mesmo após a reabilitação de uma fratura, podem ocorrer sequelas e a região afetada nunca mais será a mesma.

Imagine um idoso tentando pegar algo embaixo de um móvel e por não ter uma boa flexibilidade, é obrigado a assumir posturas inadequadas e com menor equilíbrio, ficando extremamente suscetível a quedas. Um intenso trabalho de exercícios de alongamento pode agir de modo preventivo nesse caso.

Os idosos devem realizar um trabalho de alongamento geral, já que com o avanço da idade pode haver um declínio geral da flexibilidade e o aparecimento de inúmeras retrações musculares.

Mais uma vez alguns cuidados devem ser levados em conta:

  • Fazer uma pesquisa antes, para saber se o idoso possui alguma impossibilidade devido a alguma patologia (doença) instalada;
  • Não permitir que o idoso realize exercícios em apneia;
  • Tomar cuidado com algumas posturas, para evitar quedas;
  • Sempre ser claro nas explicações.

E acima de tudo, realizar qualquer atividade com prazer e diversão, pois com certeza o resultado será muito mais significativo!

Fonte: Portal Educação

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Coro-onha ou olho de boi

25/09/2017 - 15:40 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Ervas Medicinais, Terapias Complementares

Olá Pessoal !

Hoje vamos falar dos benefícios do Coro-onha ou olho de boi

Nome científico: Mucuna altissima

É altamente tóxica, por isso só se pode usar um grama de semente por dia, isto corresponde mais ou menos a uma pontinha de faca ou uma mínima pitada. Despeja-se água fervente, deixar por 10 minutos coar aos poucos uma xícara por dia de chá.

Indicações: É boa para evitar e remover os defeitos do derrame

Contra-indicação: para problemas cardíacos e renais.

Poder curativo: é de 18%

Sua toxidez: 40%.

Fonte: Livro “Existem doenças incuráveis?”, de Jaime Brüning, 2003, p.106.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

PROBLEMA DE ESQUECIMENTO? VEJA NOSSAS DICAS DE COMO MANTER A MEMÓRIA SAUDÁVEL.

9/08/2017 - 9:22 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

A população brasileira tem aumentado sua longevidade nas últimas décadas. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (dezembro, 2016), a esperança de vida ao nascer passou de 75,2 anos, em 2014, para 75,5 anos em 2015. Tal crescimento é devido a duas causas principais: ao aumento da qualidade de vida (aumento da renda média, melhoria nas condições de educação, evolução da qualidade sanitária, inovações na medicina geriátrica, etc.) e, também, devido à diminuição da mortalidade infantil.

Ainda que o envelhecimento não seja sinônimo de doença, com o crescimento da longevidade e do número de idosos na população ampliam-se as chances de desenvolvimento de doenças crônico-degenerativas e, também, de situação de dependência na velhice, com grande demanda para cuidados.

Um dos problemas que tem afetado a qualidade de vida na maturidade e na velhice são perdas graduais de memória que podem evoluir para demência. Mas por que na velhice as pessoas têm mais problemas de memória? O que pode ser feito para prevenir ou retardar os problemas de memória?

As causas das falhas de memória com o passar dos anos são diversas, como exemplos:

– Fatores ambientais: desorganização do ambiente e muitas informações para serem armazenadas de assuntos diferentes;

– Acidentes e lesões cerebrais;

– Excesso de bebida alcoólica e tabagismo, pois afetam o sistema nervoso central;

– Uso de medicamentos, como exemplo, para o tratamento de Parkinson e depressão;

– Doenças degenerativas como Doença de Alzheimer e demência vascular.

As pessoas sempre nos perguntam: como saber se meus esquecimentos ou falhas de memória são decorrentes do processo natural do envelhecimento ou já é indício de alguma patologia? Alertamos para dois aspectos: primeiro, se você se lembra que se esqueceu de algo já é um bom sinal, pois em casos patológicos as pessoas não percebem que estão com problemas de esquecimento; segundo, se suas falhas de memória começar a afetar suas atividades de vida diária, é hora de procurar alguma ajuda profissional. Além disto, veja algumas dicas que podem ajudar a evitar falhas de memória:

– Praticar atividade física regularmente. Escolher uma que goste e pedir orientação profissional;

– Ter bom sono regularmente;

– Em casos de alterações importantes de humor, como quadros depressivos ou ansiosos, procurar profissional especializado;

– Ter metas e objetivos na vida;

– Se manter ativo, desenvolvendo atividades que goste;

– Descobrir aquilo que te faz feliz e manter estas atividades em sua rotina;

– Realizar atividades que estimulam a memória e o raciocínio;

– Aumentar a rede de relações sociais para aumentar a competência linguística;

– Ter um método organizado de administrar o tempo;

– Acreditar na própria capacidade e habilidades;

– Utilizar estratégias de treinamento de memória.

A memória é seletiva e é impossível armazenar todas as informações que entramos em contato ao longo de nosso dia. Entender o funcionamento da memória, cuidar através da realização de atividades para aprimorar a memória e adquirindo bons hábitos de vida são importantes para a preservação e melhoria do desempenho da memória.

Esquecer faz parte do funcionamento psíquico humano, é uma função adaptativa, muitas vezes é fundamental para nossas vidas.

Programas de aprimoramento cognitivo e treinamento de memória possibilitam reverter ou compensar falhas de memória. Porém, para obter bons resultados para a neuroplasticidade da memória, é importante utilizar mais de uma técnica e também estimular outras funções como atenção, concentração, linguagem, cálculo, o raciocínio abstrato, a criatividade, etc.

Para finalizar, citamos alguns exemplos de atividades:

1) Memória visual – falar sobre a lembrança de fotos significativas em sua vida;

2) Memória auditiva: escutar músicas, se quiser, cantar junto, lembrar-se das músicas marcantes ao longo da vida;

3) Ilusão de óptica;

4) Jogo dos 7 erros;

5) Quebra-cabeça;

6) Jogo Cognitivo Letras e Saberes, que trabalha as habilidades de atenção, memória, linguagem, interação social, agilidade mental e troca entre gerações.

O importante é ter equilíbrio entre o descanso e os estímulos, sempre estimular e desafiar a memória para provocar novas conexões e, assim, manter sua memória saudável em qualquer etapa de sua vida.

Participe também, deixe sua opinião, sugestão e crítica.
Autora: Wanda Patrocinio

Fonte: http://scaelife.com.br/blog/problema-de-esquecimento-veja-nossas-dicas-de-como-manter-a-memoria-saudavel

Conheça também nossa página no Facebook, acessando em : https://www.facebook.com/GeroVida/

Curta, comente e compartilhe!

Até mais!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Andar de bicicleta ajuda no diagnóstico da doença de Parkinson

29/06/2017 - 15:13 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Qualidade de Vida

Os neurologistas que examinarem um paciente com sintomas iniciais da Doença de Parkinson deveriam fazê-lo andar de bicicleta antes de concluir seu diagnóstico, afirma uma curiosa pesquisa realizada por médicos holandeses.

Distinguir entre pacientes com Parkinson e portadores de uma doença conhecida como Parkinsonismo Atípico é muito importante, porque as duas condições possuem diferentes causas e tratamentos.

As duas partilham de sintomas parecidos, incluindo o tremor dos membros, os movimentos lentos e a rigidez muscular. No entanto, às vezes até mesmo a avançada tecnologia médica é incapaz de distinguir uma doença da outra.

Mas, segundo especialistas do Centro de Parkinson de Nijmegen, na Holanda, fazer o paciente andar de bicicleta pode proporcionar um diagnóstico mais eficiente e barato.

Ciclista

De acordo com os médicos, que explicaram suas pesquisas em uma carta enviada e publicada pela revista “The Lancet” nesta sexta-feira, um portador de Parkinson comum geralmente tem uma incrível habilidade de andar de bicicleta, pois apresenta poucos problemas no equilíbrio e nos movimentos rítmicos exigidos pelo pedalar.

Esta tarefa, no entanto, exige mais esforço em pessoas portadoras do Parkinsonismo Atípico, termo que envolve uma série de síndromes como paralisia muscular supranuclear progressiva, atrofia sistêmica múltipla e degeneração córtico-basal.

A Doença de Parkinson tem origem na morte celular numa parte fundamental do cérebro chamada substância nigra, que é uma porção heterogênea do mesencéfalo responsável pela produção de um neurotransmissor, a dopamina.

O tratamento padrão neste caso é uma droga chamada levodopa, que o cérebro converte em dopamina. Mas o tratamento não é efetivo ou não funciona quando se trata de Parkinsonimo Atípico.

Os médicos holandeses testaram sua teoria em 111 pacientes com sintomas parkinsonianos e que eram capazes de andar de bicicleta no início da pesquisa.

Ao fim do estudo, 45 dos pacientes foram confirmados com a doença de Parkinson e 64 com Parkinsonismo Atípico.

Durante os 30 meses que foram pesquisados, apenas dois dos 45 pacientes com Parkinson pararam de andar de bicicleta, mas do grupo de 64 pacientes diagnosticados com o Parkinsonismo Atípico, 34 apresentaram incapacidade de continuar pedalando.

“Sugerimos que a perda de capacidade de pedalar depois do estabelecimento da doença pode servir como um novo sinal de alerta, indicando a presença de Parkinsonismo Atípico”, afirmam os pesquisadores em sua carta.

 Fonte: Da France Presse – Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso

Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Minha Metade Silenciosa.

1/06/2017 - 13:54 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Educação, Sugestão de leituras

Stark McClellan tem 14 anos e por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração -, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem. Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.

Boa leitura!

Autor: Andrew Smith – Editora Gutenber, 2013.

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Eventos GeroVida

3/02/2017 - 9:25 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Palestras, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Eventos do primeiro semestre de 2017

6/01/2017 - 8:07 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Jogos, Poesia, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Sugestão de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

 

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Página 1 de 1512345...10...Ultima página »