Arquivo de Qualidade de Vida

Bem Estar e poucas calorias

10/12/2013 - 19:26 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Viva mais e melhor com poucas calorias

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

poucascaloriasH√° muito se sabe que uma alimenta√ß√£o com poucas calorias pode retardar o envelhecimento. Nesse retardamento est√£o inclu√≠das as doen√ßas tipicamente associadas √† idade, como o c√Ęncer e o diabetes tipo 2. Quanto menor √© a ingest√£o de calorias, maior √© o efeito. Agora, pesquisadores da Universidade de Gotemburgo, na Alemanha, identificaram uma das enzimas que controla esse processo do envelhecimento associado √† ingest√£o de calorias.

Dieta de baixas calorias

“N√≥s demonstramos que a restri√ß√£o cal√≥rica retarda o envelhecimento impedindo que uma enzima, chamada peroxirredoxina, seja inativada. Esta enzima tamb√©m √© extremamente importante para nos defender de danos em nosso material gen√©tico”, disse o Dr. Mikael Molin, coordenador da pesquisa. Reduzindo gradualmente a ingest√£o de a√ß√ļcar e prote√≠nas, sem reduzir as vitaminas e os minerais, pesquisadores demonstraram anteriormente que macacos podem viver v√°rios anos mais do que o esperado. O m√©todo foi ent√£o testado em tudo, de peixes e ratos a fungos, moscas e leveduras, sempre com os mesmos resultados favor√°veis. Apesar dos bons resultados, os cientistas ainda n√£o haviam descoberto o mecanismo que leva a essa maior longevidade.

Retardamento do c√Ęncer

Os novos resultados mostraram que a peroxirredoxina, ou Prx1, √© danificada durante o envelhecimento, perdendo sua atividade. A restri√ß√£o cal√≥rica impede essa perda de atividade aumentando a produ√ß√£o de outra enzima, chamada Srx1, que conserta a Prx1. Outra conclus√£o do estudo √© que √© poss√≠vel retardar o envelhecimento sem a restri√ß√£o cal√≥rica, apenas aumentando a quantidade de Srx1 nas c√©lulas. “N√≥s agora podemos come√ßar a especular se um maior n√≠vel de reparo da Prx1 durante o envelhecimento pode evitar, ou ao menos retardar, o surgimento do c√Ęncer”, disse o pesquisador.

¬†Fonte: Di√°rio da Sa√ļde

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Cérebro e exercício físico

22/10/2013 - 21:57 Por:

Categoria(s): Qualidade de Vida

Cérebro cansado? O melhor remédio pode ser um pouco de exercício

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

exercfisic

Que as atividades físicas são boas para o próprio físico ninguém duvida.

Mas ser√° que movimentar-se tamb√©m ajuda as fun√ß√Ķes cerebrais?

Na verdade, já se sabe que os exercícios físicos também têm uma série de efeitos mentais positivos, tais como aliviar a depressão e melhorar a memória.

O que os cientistas não sabiam até agora era o mecanismo por trás desses efeitos mentais Рcomo é que mexer o corpo afeta o cérebro?

 

Mitoc√īndrias

H√° muito tempo os cientistas sabem que as atividades f√≠sicas aumentam o n√ļmero das mitoc√īndrias nas c√©lulas musculares.

Como a mitoc√īndria √© respons√°vel pela gera√ß√£o de energia na c√©lula – ela √© chamada de usina de for√ßa – acredita-se que este aumento num√©rico seja o respons√°vel por muitos dos efeitos positivos dos exerc√≠cios f√≠sicos, como o aumento da for√ßa ou da resist√™ncia.

Agora, pesquisadores da Universidade da Carolina do Sul (EUA) descobriram que o exerc√≠cio f√≠sico regular tamb√©m aumenta o n√ļmero de mitoc√īndrias nas c√©lulas do c√©rebro, uma poss√≠vel explica√ß√£o para os benef√≠cios mentais das atividades f√≠sicas.

Resistência mental

Os experimentos sugerem que os exerc√≠cios f√≠sicos aumentam o n√ļmero de mitoc√īndrias do c√©rebro de forma muito parecida com o que ocorre com as mitoc√īndrias nos m√ļsculos.

Isto tornaria o cérebro mais resistente à fadiga, com um efeito mental direto e um efeito indireto também sobre o próprio desempenho físico.

Os pesquisadores tamb√©m sugerem que este aumento no n√ļmero de mitoc√īndrias do c√©rebro pode ter implica√ß√Ķes cl√≠nicas para transtornos mentais, o que tornaria os exerc√≠cios f√≠sicos um tratamento potencial para transtornos psiqui√°tricos, doen√ßas gen√©ticas e doen√ßas neurodegenerativas.

Ou para aliviar as tens√Ķes do dia-a-dia, produzindo um efeito de aumento de resist√™ncia tamb√©m mental.

Fonte: Di√°rio da Sa√ļde

 * Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

 Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Curso de Argila Terapêutica

7/10/2013 - 17:30 Por:

Categoria(s): Cursos, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

√öltima turma de 2013!

curso-de-argila-terapeutica

Tags: , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Mantenha a vida saudável, com disposição e livre do estresse

4/09/2013 - 9:40 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Os segredos das pessoas que nunca ficam doentes

 Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

vidasaudavelO jornalista e escritor americano Gene Stone teve a oportunidade de pesquisar e escrever sobre in√ļmeras formas de cultivar a boa sa√ļde. E notou que em algumas popula√ß√Ķes as pessoas nunca ficavam doentes. Foi atr√°s dos porqu√™s. Em suas andan√ßas, percebeu que em cinco regi√Ķes os povos eram altamente saud√°veis: a Barbagia, na It√°lia; Okinawa, no Jap√£o; a comunidade dos Adventistas do S√©timo Dia, na Calif√≥rnia; a Pen√≠nsula de Nicoya, na Costa Rica; e a ilha grega de Ikaria. Acabou reunindo 25 dessas hist√≥rias de indiv√≠duos supersaud√°veis no livro “Os Segredos das Pessoas que Nunca Ficam Doentes”, lan√ßado pela Editora Lua de Papel. Alho, ioga, banhos frios pela manh√£ e canja de galinha s√£o alguns dos h√°bitos adotados por pessoas que nunca ficam doentes.

Confira a seguir 10 dicas de como se manter com disposição, saudável e livre do estresse.

1 РReduza as calorias de sua alimentação para equilibrar o peso e se manter longe de problemas como obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares. Estudo de Susan Roberts, professora da Escola Friedman de Ciência da Nutrição, da Universidade Tufts, nos EUA, sugere um corte de 25% do total diário de calorias. Ela acredita que isso pode ser feito a qualquer momento, desde que a pessoa se sinta confortável. Vale lembrar que o valor calórico deve ser menor, mas a dieta deve ser rica em nutrientes.

2 – Encare banhos frios para refor√ßar a imunidade, aumentar a circula√ß√£o sangu√≠nea, fortalecer a pele e revigorar o corpo. Em um estudo realizado em Praga, na Rep√ļblica Tcheca, pesquisadores submeteram homens em boa forma f√≠sica a mergulhos em √°gua fria para observar a resposta imunol√≥gica deles. Com isso, os cientistas perceberam que houve aumento da contagem de c√©lulas brancas, as respons√°veis pelas defesas do organismo.

3 – Tenha pensamentos positivos para manter a boa sa√ļde. A cren√ßa na conex√£o mente-corpo √© t√£o antiga quanto a pr√≥pria medicina ocidental. J√° dizia Hip√≥crates: ‚ÄúA for√ßa natural de cura dentro de cada um de n√≥s √© a maior para que se consiga estar bem‚ÄĚ.

4 – Corra para combater males card√≠acos, diabetes, c√Ęncer. No segundo s√©culo d.C., o m√©dico grego Galeno j√° dizia: ‚Äúo corpo precisa de movimento ‚Äď e n√£o apenas aqueles t√≠picos de uma rotina di√°ria‚ÄĚ. Os Centros de Controle de Doen√ßas americanos recomendam que um adulto deve ter 75 minutos de vigorosa atividade aer√≥bica (como correr) por semana. Se quiser realizar essa tarefa em dois, tr√™s, quatro ou sete dias, isso √© com voc√™.

5 – Pratique ioga para refor√ßar o sistema imunol√≥gico e aliviar o estresse. O Instituto Nacional de Sa√ļde dos Estados Unidos considera a ioga uma forma de ‚Äúmedicina complementar e alternativa‚ÄĚ e os m√©dicos √†s vezes a recomendam como um agregado ao tratamento convencional para uma s√©rie de problemas cr√īnicos, incluindo asma, dores nas costas e artrite.

6 РTome canja de galinha para prevenir resfriados. Alguns pratos, por semana, seria um bom remédio. Prescrita para combater o mal-estar desde o antigo Egito, a canja ganhou até um estudo japonês, publicado no periódico Journal of Agricultural and Food Chemistry. Além de resfriado, a pesquisa apontou que a receita pode combater ainda a pressão arterial elevada.

7 – Tenha amigos para aumentar a imunidade e afastar doen√ßas infecciosas. Pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, de Pittsburgh, demonstraram que pessoas com forte apoio social t√™m sistemas imunol√≥gicos mais robustos e est√£o menos inclinadas a ter infec√ß√Ķes. E um estudo australiano estimou que idosos com largo c√≠rculo de amigos estavam 22% menos propensos a morrer, durante o per√≠odo de an√°lise, do que aqueles com menos amigos.

8 – Consuma alho para combater resfriados, reduzir a press√£o, os n√≠veis de triglic√©rides e de colesterol. A Faculdade de Medicina Tagore, da √ćndia, realizou um estudo mostrando que pessoas submetidas a testes e que consumiram alho mostravam uma queda na press√£o sangu√≠nea em cerca de 10%. Outros estudos mostram que o tempero pode atuar como poderoso antioxidante e antibi√≥tico.

9 – Fa√ßa muscula√ß√£o para reduzir o peso e a gordura corporal, al√©m de manter m√ļsculos, ossos e articula√ß√Ķes saud√°veis. Estudos da Universidade do Estado da Ge√≥rgia incluem entre os benef√≠cios a redu√ß√£o do risco de morte prematura, de doen√ßa card√≠aca, de eleva√ß√£o de colesterol, de depress√£o e diabetes.

10 – Tire uma soneca ap√≥s o almo√ßo para combater o estresse. Segundo relat√≥rio da Universidade de Chicago, o sono protege ainda de resfriado a ac√ļmulo de c√°lcio nas art√©rias do cora√ß√£o, o que poderia resultar em ataque card√≠aco ou AVC.

Fonte: Portal IG

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

 

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Cursos da GeroVida em Campinas

15/08/2013 - 16:07 Por:

Categoria(s): Cursos, Gerontologia, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

Clique na imagem para ampli√°-la.

cursos-nucleosbe

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Comendo sem perceber?

25/07/2013 - 20:15 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Comendo sem perceber? Perca peso sem perceber

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

zipVocê não precisa de tanta força de vontade para ter sucesso em uma dieta quanto lhe fizeram pensar. Isso é o que afirma o Dr. Brian Wansink, da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos. Segundo ele, a diferença entre o fracasso e o sucesso em uma dieta está em pequenas mudanças que as pessoas podem fazer ao seu redor. A ideia é que essas mudanças induzam a pessoa a comer de forma saudável, sem precisar pensar nisso ou ter que se esforçar para isso.

Mudanças no ambiente

“Nossas casas est√£o cheias de armadilhas de comida escondidas”, disse Wansink durante a conven√ß√£o anual da Sociedade Americana de Psicologia. ‚ÄúA maioria de n√≥s tem caos demais em nossas vidas para sermos capazes de, conscientemente, focarmos em cada mordida que damos e nos perguntarmos se ainda estamos com fome‚ÄĚ. “O segredo √© mudar nosso ambiente para que ele trabalhe por voc√™, e n√£o contra voc√™”, afirmou. E as mudan√ßas come√ßam pelo tamanho dos pratos e outros recipientes usados para comer.

Vasilhas que aumentam o apetite

As pesquisas mostraram que uma pessoa que compra o pacote maior de pipoca (extragrande) no cinema consegue comer 45% mais pipocas do que quem compra “apenas” o tamanho grande. E crian√ßas, de diversos pesos e diversas idades, que comem cereal em uma vasilha grande comem at√© o dobro do que as crian√ßas que usam uma tigela menor. Os cientistas tamb√©m pesquisaram esse comportamento com rela√ß√£o aos l√≠quidos: quem usa um copo baixo e largo toma at√© 37% mais refrigerante do que quem usa copos altos e finos.

Todas as pesquisas tomaram por base o desejo dos participantes em parar de comer, ou seja, quando eles se sentiam satisfeitos – usar recipientes maiores parece aumentar o volume necess√°rio para que as pessoas se sintam satisfeitas e parem de comer.

 Quando parar de comer

Em outro estudo impressionante, Wansink desbancou o mito de que as pessoas sabem quando est√£o satisfeitas e param de comer antes de ficarem empanturradas. Os pesquisadores fizeram um experimento no qual volunt√°rios que gostam de sopa foram divididos em dois grupos. O primeiro grupo sentou-se frente a uma tigela de sopa grande, com capacidade para 610 gramas de sopa. O segundo grupo recebeu uma tigela “especial”: ela n√£o tinha fundo e, sem que os participantes percebessem, um sistema de ar comprimido localizado sob a mesa ia colocando um pouco mais de sopa na tigela conforme o volunt√°rio ia comendo – a sopa baixava, mas mais lentamente. As pessoas que se sentaram frente √†s tigelas sem fundo comeram 73% mais do que as pessoas com tigelas normais e, de forma surpreendente, n√£o perceberam que haviam comido mais do que o normal. “A li√ß√£o aqui √©: n√£o confie em seu est√īmago para lhe dizer quando voc√™ est√° cheio. Ele pode menti”, disse Wansink.

Estratégias para uma dieta de sucesso

O pesquisador d√° outras dicas para quem quer que suas dietas realmente deem resultado:

– deixe de lado os pratos comuns e passe a comer em pratos de salada;

– mantenha os alimentos n√£o-saud√°veis guardados em vasilhas, fora de vista;

Рcoloque os alimentos saudáveis bem à vista, sobre a mesa ou sobre o balcão da cozinha;

– nunca coma na frente da televis√£o.

“Essas estrat√©gias simples t√™m muito mais probabilidade de dar certo do que a for√ßa de vontade sozinha. √Č mais f√°cil mudar o ambiente do que mudar a sua mente”, concluiu Wansink.

Fonte: Di√°rio da Sa√ļde

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Fragilidade e Qualidade de Vida na Velhice

1/07/2013 - 11:19 Por:

Categoria(s): Gerontologia, Qualidade de Vida, Sugest√£o de leituras

Sugest√£o de leitura 188

 fragilidadeAnita Liberalesso Neri (org.)

Editora Alínea

Data: 2013

¬†SUM√ĀRIO

Apresentação

Capítulo 1 РFragilidade e qualidade de vida na velhice.

Capítulo 2 РMetodologia do Estudo Fibra Unicamp sobre fragilidade em idosos, em Belém, Parnaíba, Campina Grande, Poços de Caldas, Ermelino Matarazzo, Campinas e Ivoti.

Cap√≠tulo 3 – Caracteriza√ß√£o demogr√°fica e socioecon√īmica dos idosos participantes do Estudo Fibra Unicamp.

Capítulo 4 РIndicadores de fragilidade.

Capítulo 5 РCognição e fragilidade.

Capítulo 6 РPressão arterial e fragilidade.

Capítulo 7 РEstado nutricional, risco para doenças cardiovasculares e fragilidade.

Cap√≠tulo 8 – Doen√ßas cr√īnicas, sinais e sintomas, uso de medicamentos, dist√ļrbios de sono e fragilidade.

Capítulo 9 РQuedas, senso de autoeficácia para quedas e fragilidade.

Cap√≠tulo 10 – Sa√ļde bucal, condi√ß√Ķes funcionais para alimenta√ß√£o e fragilidade.

Capítulo 11 РDesempenho de atividades de vida diária e fragilidade.

Cap√≠tulo 12 – Acesso e uso de servi√ßos de sa√ļde e fragilidade.

Cap√≠tulo 13 – Avalia√ß√£o subjetiva de sa√ļde e fragilidade.

Cap√≠tulo 14 – Rela√ß√Ķes entre atividades sociais, f√≠sicas, de lazer passivo e de repouso diurno e fragilidade.

Capítulo 15 РArranjos domiciliares, suporte social, expectativa de cuidado e fragilidade.

Capítulo 16 РSintomas depressivos e fragilidade.

Capítulo 17 РEventos de vida, estratégias de enfrentamento e fragilidade: dados de Parnaíba e Ivoti.

Capítulo 18 РBem-estar indicado por satisfação, afetos positivos e negativos e senso de ajustamento psicológico.

Capítulo 19 РO que os idosos entendem por velhice saudável e por ser feliz na velhice?

Cap√≠tulo 20 – Resumo e conclus√Ķes: O que aprendemos sobre fragilidade em idosos brasileiros, a partir do Estudo Fibra ‚Äď polo Unicamp.

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Mastigação e ingestão calórica

13/06/2013 - 15:45 Por:

Categoria(s): Qualidade de Vida

Mastigar mais vezes pode ajudar a reduzir ingestão calórica

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

mastigarMastigar cerca de 40 vezes antes de engolir a comida pode significar uma ingest√£o cal√≥rica 12% menor. Em uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, cientistas descobriram que homens jovens que mastigam mais vezes t√™m n√≠veis diferentes no sangue de dois horm√īnios relacionados ao apetite.

Para checar as diferen√ßas entre mastigar 15 vezes (o usual) e as 40 vezes, pesquisadores da Universidade M√©dica Harbin, na China, ofereceram caf√©s da manh√£ tradicionais a 14 homens jovens obesos e a 16 homens jovens com peso normal. Foi observado, ent√£o, se a mastiga√ß√£o tinha influ√™ncia nos n√≠veis de a√ß√ļcar, de insulina e de horm√īnios do apetite.

A equipe descobriu que existe uma rela√ß√£o entre quantas vezes o alimento √© mastigado e o n√≠vel de horm√īnios que avisam ao c√©rebro quando √© hora de come√ßar e de parar de comer. Quanto mais vezes os homens mastigavam, menores eram os n√≠veis de grelina, um horm√īnio respons√°vel por estimular o apetite, e maiores os n√≠veis de colecistocininca (abrevia√ß√£o CCK), horm√īnio que, acredita-se, reduz o apetite.

Segundo Shuran Wang, coautora do estudo, n√£o foi encontrada rela√ß√£o entre a mastiga√ß√£o e os n√≠veis de a√ß√ļcar e de insulina. Os pesquisadores alertaram ainda que, como o estudo foi feito com uma amostragem pequena de volunt√°rios, n√£o √© poss√≠vel prever como o h√°bito de mastiga√ß√£o prolongado ir√° afetar a ingest√£o de calorias de outros grupos de pessoas.

Perda de peso

De acordo com Adam Drewnowski, diretor do Centro de Pesquisa em Obesidade da Universidade de Washington, com a redu√ß√£o de 12% da ingest√£o cal√≥rica √© poss√≠vel emagrecer cerca de 11 quilos em um ano. Mas, como a dieta usual inclui alimentos n√£o mastig√°veis, como sopas e sorvetes, essa perda cal√≥rica real poder√° ser bem menor. ‚ÄúN√£o estou certo de que esta √© uma medida de preven√ß√£o da obesidade vi√°vel”, disse Drewnowski. Da Reuters

Fonte: Veja.com

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!!!

Tags: ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Tratamento: Prisão de ventre ou constipação

9/05/2013 - 16:16 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

Prisão de ventre ou constipação: Tratamento parte 1

constipacao– evitar os alimentos que prendem o intestino, como: chocolate, alimentos refinados e sem farelo ou fibra, como o a√ß√ļcar branco, trigo e arroz branco, queijo, p√£o branco, caf√©, macarr√£o, ovo, carne e seus derivados, farinhas finas, frituras;

Рdeve-se comer: produtos que contenham farelo e fibras, isto é, produtos integrais, como o arroz integral, o trigo integral, o pão integral, as frutas e verduras cruas são bastante fibrosas, a mandioca também e todos os cereais integrais, oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes, azeitonas, etc.), leite de soja;

– tomar em jejum uma dessas receitas;

a) 6 ameixas pretas deixadas de molho durante uma noite, tomando também a água em que estavam de molho;

b) 1 copo de √°gua no qual foi dissolvida uma colher de mel de abelha;

c) ‚Äú1 colher (de sopa) com √≥leo puro de oliva com ch√° quente de camomila ou erva-doce. Passados 15 minutos tomar o seguinte composto: bata no liquidificador 2 colheres (sopa) de fibra (farelo de trigo), 1 ameixa sem caro√ßo, 1 copo de iogurte natural, 1 colher de mel puro, um pouco de suco de lim√£o. Tome durante v√°rios dias e obter√° resultados excelentes‚ÄĚ Erni Kohler ‚Äď Tenha sa√ļde alimentando-se bem;

d) ‚Äú2 colheres de linha√ßa em gr√£o que se deixa macerar em √°gua fria durante a noite, junto com 4 ou 6 ameixas, juntando uma colherinha de mel…‚ÄĚ (pode bater no liquidificador);

e) ‚Äúsumo (suco) de batata com suco de lim√£o, na quantidade de meio copo comum, √© excelente regulador do aparelho digestivo e regulador da bile‚ÄĚ ‚Äď M. Lezaeta Acharan ‚Äď p√°g. 401.

Do livro ‚ÄúExistem doen√ßas incur√°veis?‚ÄĚ, de Jaime Br√ľning, 2003, p. 253-254.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.

Atenciosamente,
Equipe GeroVida

OBS. 1: N√£o realizamos orienta√ß√Ķes de tratamentos √† dist√Ęncia. O ideal √© procurar um terapeuta pessoalmente para receber as informa√ß√Ķes para o seu caso e depois ser√° poss√≠vel dar seguimento ao tratamento em sua resid√™ncia.

OBS. 2: Damos cursos √† dist√Ęncia sobre terapias complementares e gerontologia. Os interessados dever√£o acessar o link:

http://www.gerovida.com.br/gerontologia/produto/cursos/curso-argila-terapeutica.htm

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

GeroVida no Programa Empres√°rios de Sucesso VTV-SBT

6/05/2013 - 18:43 Por:

Categoria(s): Educação, Gerontologia, Qualidade de Vida

wanda-patrocinio-empresarios-de-sucesso

Wanda Patrocinio comemora o crescimento da GeroVida em entrevista para o Programa Empres√°rios de Sucesso do VTV ‚Äď SBT. Assista! Clique no link: Entrevista de Wanda Patrocinio no Programa Empres√°rios de Sucesso

Tags: , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo