Arquivo de Reflexão

O princípio do Vazio

7/06/2010 - 20:21 Por:

Categoria(s): Reflexão

Tens o hábito de juntar objetos inúteis neste momento, crendo que um dia (não sabes quando) poderás precisar deles. Tens o hábito de juntar dinheiro só para não o gastar, pois pensas que no futuro poderá fazer falta. Tens o hábito de guardar roupa, brinquedos, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outras coisas que já não usas há bastante tempo… E dentro de ti?… Tens o hábito de guardar o que sentes, broncas, ressentimentos, tristezas, medos, pessoas, etc. A Mensagem O Princípio do Vazio poderá te mostrar o que acontece em nossas vidas quando acumulamos aquilo que não precisamos…

Principio do Vazio-JosephNewton-fotosGregoryColbert


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

O sábio se basta a si mesmo

7/06/2010 - 17:30 Por:

Categoria(s): Reflexão

Um sábio era autosuficiente.
Levando-se a si mesmo, levava tudo.
Se é verdade que um amigo vale tanto quanto o universo inteiro, seja amigo de si mesmo e poderá viver na absoluta solidão.
Quem poderá lhe fazer falta se não há nem melhor opinião nem melhor gosto que o seu?
Assim, dependerá apenas de si mesmo, e é a maior felicidade assemelhar-se ao Ser Supremo.
Aquele que é capaz de viver sozinho não tem nada de estúpido, mas muito de sábio e quase tudo de divino.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Ir direto ao assunto

7/06/2010 - 14:14 Por:

Categoria(s): Reflexão

Muitos dão cem voltas ao redor do mesmo ponto e se perdem num falatório sem fim, cansando a si mesmo e aos outros, sem nunca chegar ao âmago da questão.
Quem procede assim tem pouca clareza de ideias.
São pessoas confusas, que desperdiçam tempo e paciência no que não deviam e, depois, ficam sem ambos para o que realmente importa.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Não ter espírito de contradição

26/05/2010 - 19:50 Por:

Categoria(s): Reflexão

Para não ser considerado tolo e aborrecido.
A sensatez deve se levantar contra esse tipo de comportamento.
É preciso ser engenhoso para fazer objeção a tudo, mas o obstinado não deixa de ser um tolo.
Pessoas assim transformam a conversa mais doce em guerrilha, por isso são mais inimigos dos mais próximos que dos distantes.
É no pedaço mais saboroso que se sente mais a espinha e a oposição tem o mesmo efeito, estragando os bons momentos.
São pessoas intratáveis, além de serem estúpidas.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Melhor ser um louco entre muitos que sábio sozinho

6/05/2010 - 8:00 Por:

Categoria(s): Reflexão

É o que dizem os políticos.
Afinal, se todos são loucos, não há nada a perder.
E se a sabedoria estiver só, será considerada loucura.
Por isso, é muito importante seguir a corrente.
A grande sabedoria, às vezes, está em não saber ou fingir não saber.
Temos de viver com os outros, e os ignorantes são maioria.
Para viver isolado é preciso ser quase divino ou quase besta.
Eu, porém, moderaria o aforismo dizendo: melhor ser um sábio entre muitos do que um louco sozinho.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Pensar duas vezes

29/04/2010 - 8:00 Por:

Categoria(s): Reflexão

pensarvariasvezes

Examinar uma questão mais de uma vez é garantia de sucesso, especialmente quanddo há dúvidas.
É importante ter tempo para a deliberação.
Assim aparecem novas razões para reforçar e confirmar a decisão.
Quando se trata de dar, é mais apreciado aquilo que foi dados com sabedoria do que com rapidez.
Tudo o que é muito desejado é mais valorizado.
Por outro lado, se é necessário dizer “não”, que se tenha cuidado na forma de dizê-lo e que se amadureça a negativa, de modo que chegue oportunamente.
Na maioria das vezes, depois de passado o ardor do desejo, não se sente a recusa como uma descortesia.
A quem pede com pressa demore a conceder.
a pressa é uma armadilha para enganar a prudência.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Reforma Interior РUm Convite a Reflex̣o

28/04/2010 - 8:00 Por:

Categoria(s): Reflexão, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 118

livroreforma-interior

“Reforma Interior – Um Convite a Reflexão”, de Luiz Roberto Sierra. Editora Eko.
Este é um livro excepcional. Você poderá lê-lo sem temores, porque nele reconhecerá o que é natural à vida e à genuína ação humana, e que, no entanto, ainda não vingou a Humanidade, decorridos já séculos, desde os primeiros sábios, os que abriram caminho para nos orientarmos na vida. Mas é preciso insistir e responder aos tempos novos. É o que faz o autor, com seu saber enciclopédico e sua simplicidade surpreendente. É um homem que ama os seres todos, sobre tudo os que buscam sua réstia de sol e nada encontram, talvez porque lhes falte uma “Reforma Interior”, aconselhada por alguém que entenda, que tenha vivido e aprendido, e queira passar essa reforma aos outros.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Na incerteza do amanhã, aproveite o hoje para ser feliz!

25/04/2010 - 8:00 Por:

Categoria(s): Reflexão

viverdiaflor

Valeu a pena? Um dia você vai ver que não valeu a pena tanta correria, para ganhar dinheiro e não usufruir. Vai ver que o tempo passou e o cansaço tomou conta do seu corpo. Vai ver que mesmo rodeado de muita gente, você se sente só…
Leia o restante desta linda mensagem no arquivo abaixo:

NAINCERTEZA


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Condição elegante

22/04/2010 - 8:00 Por:

Categoria(s): Reflexão

gentileza

As almas também possuem graça e elegância.
Mas nem todas as pessoas tem essas qualidades, que supõem um espiríto elevado.
O primeiro cuidado do homem gentil é falar bem do inimigo e tratá-lo melhor ainda.
É nos tempos de vingança que a gentileza tem a oportunidade de brilhar mais intensamente, ao se converter em inesperada generosidade diante do inimigo vencido.
A elegância não ostenta nem alardeia seus triunfos.
Quando os consegue merecidamente, sabe dissimulá-los com naturalidade.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Tolo não é aquele que comete uma tolice, mas o que não sabe disfarçá-la

16/04/2010 - 14:43 Por:

Categoria(s): Reflexão

esconder

Se é preciso esconder os sentimentos, mais ainda os defeitos.
Todos os homens cometem erros, mas com uma diferença: os sábios disfarçam os já cometidos, mas os tolos mencionam até os que vão fazer.
Para assegurar uma boa reputação, a cautela é mais importante que os fatos.
Se não pode ser casto, seja cuidadoso.
Os erros dos grandes homens são mais evidentes, como os eclipses do Sol e da Lua.
Nem aos amigos deve-se contar seus defeitos e, se possível, nem para si mesmo.
Aqui vale outra regra do bem viver: saber esquecer.
Do livro A Arte da Prudência, de Baltasar Gracián, 2003.


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo