Arquivo de Terapias Complementares

Argila terap√™utica ‚Äď alguns casos 1

13/12/2008 - 16:45 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilawandaO tratamento de uma infecção de cólon leva cerca de um ano, mas os primeiros sinais de cura não se fazem esperar e as melhoras são percebidas desde o começo.

C√≥licas intestinais, diarr√©ias, disenterias, colites, fermenta√ß√Ķes e pris√£o de ventre s√£o tratados com cataplasmas frios, aos quais se adicionou carv√£o vegetal mo√≠do ou linha√ßa.

Também a cenoura mostra-se interessante nos casos de prisão de ventre ou hidropsias.

Para cistite, aplica√ß√Ķes de barro em todo o abd√īmen.

Se o problema é obesidade, além de cataplasmas no baixo ventre, é aconselhável usar argila por via oral, diariamente.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 68-69.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila terap√™utica para problemas no abd√īmen

8/12/2008 - 16:09 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilaabdomemSempre que poss√≠vel, √© aconselh√°vel o uso do barro em todo o baixo-ventre, al√©m do local doente, para atuar no centro da atividade org√Ęnica, que √© o aparelho digest√≥rio. Essa √© uma regi√£o de grande fermenta√ß√£o. Com isso, acelera-se a cura. Mas n√£o se fazem duas aplica√ß√Ķes ao mesmo tempo, se as duas partes a serem tratadas forem vitais. Por exemplo, n√£o se colocam cataplasmas sobre os pulm√Ķes e no baixo-ventre ao mesmo tempo. √Č prefer√≠vel manter um intervalo de duas a quatro horas entre as aplica√ß√Ķes. O uso de barro no ventre pode ser feito a qualquer momento, pouco importando se a pessoa est√° fazendo a digest√£o.

Esses curativos duram de uma a duas horas ou at√© a noite inteira, dependendo de como o paciente o suporta. A espessura √© de uns dois cent√≠metros e a aplica√ß√£o di√°ria. As aplica√ß√Ķes no abd√īmen podem provocar rea√ß√Ķes mais ou menos violentas. Por isso, se faz apenas uma aplica√ß√£o por dia.

Esse tratamento d√° resultados desde que haja continuidade. √Č tamb√©m important√≠ssimo que a alimenta√ß√£o seja equilibrada, para que a cura perdure, inclusive com absten√ß√£o de carnes e a√ß√ļcar branco. Frequentemente o barro fica com um cheiro nauseante quando colocado no baixo-ventre, assim como as fezes, gases e suor do paciente. √Č a putrefa√ß√£o do organismo que est√° sendo banida. Continua-se com os curativos. Os cheiros desaparecer√£o na medida em que o corpo for se desintoxicando, o que ocorre em poucos dias. No fim do tratamento, o barro ser√° retirado sem cheiro, √ļmido, com o mesmo aspecto que foi colocado.

Antes de colocar argila ou barro sobre regi√Ķes que tenham pelos, proteja-se com gaze. Se o cataplasma secar ou se aquecer rapidamente, troque por outro. Quanto mais febre houver, mais r√°pido secar√°, perdendo toda a utilidade. A mulher deve evitar o uso de cataplasmas de argila durante a menstrua√ß√£o. Se for muito necess√°rio, deve-se aquec√™-lo.

Nos demais casos, use a argila fria, a menos que o doente n√£o a suporte. √Č preciso respeitar a vontade do paciente. Se o cataplasma de argila fria sobre a bexiga ou ov√°rios acarretar c√≥licas, substitui-se por um outro que esteja morno.

Qualquer aplica√ß√£o deve ser seguida de aquecimento. Se isso n√£o ocorrer naturalmente, retire o cataplasma e aque√ßa-o, para depois recoloc√°-lo. N√£o √© preciso se preocupar achando que ser√° inc√īmodo dormir envolto em argila. Geralmente a pessoa adormece assim que √© envolvida na argila, podendo retir√°-la quando acordar, se estiver atrapalhando.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 67-68.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (8)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila terapêutica para problemas no coração e seios

8/12/2008 - 8:51 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilasCoração: sobre o coração os cataplasmas são finos e frios. Pode-se usar cebola ralada. Se houver palpitação, use a argila com vinagre natural.

Seios: para inflama√ß√Ķes nos seios use argila com tomate (procure os que foram produzidos sem agrot√≥xicos).

Seios com linfangite, durante a lactação, voltam ao normal com cataplasmas de argila aplicados durante um ou dois meses.

Se estiverem obstru√≠dos, com muita dor e febre, durante o aleitamento, trate com cataplasmas de argila renovados de hora em hora. Basta um dia de tratamento e j√° se pode voltar a amamentar. Continue com os cataplasmas por mais um ou dois dias, agora com um intervalo maior entre as aplica√ß√Ķes.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 66.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (24)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila terap√™utica para problemas nos pulm√Ķes

3/12/2008 - 15:40 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilapulmoesQuando o problema √© respirat√≥rio, fa√ßa as primeiras aplica√ß√Ķes no baixo-ventre. Depois, no f√≠gado, com aplica√ß√Ķes quentes ou frias. S√≥ depois de alguns dias, aplique cataplasmas de argila sobre os pulm√Ķes. Ap√≥s uns vinte dias de tratamento, o barro √© colocado na frente e atr√°s do t√≥rax. Em casos graves, como les√Ķes, tuberculose, pode-se colocar dois cataplasmas por dia. A temperatura do curativo sobre os pulm√Ķes deve ser quente.

Asma, bronquite, catarro no peito, pneumonia requerem cataplasmas feitos de argila com plantas medicinais, para maior ativação. Pode-se usar alho macerado, cebola ralada ou sementes de mostarda moídas. O eucalipto-cipreste, o orégano, o alecrim e a sálvia se mostram muito eficazes, assim como o óleo de linhaça quente.

Asma e pneumonia requerem enfaixamento de barro também no baixo-ventre e sobre os rins, para combater a febre gastrintestinal e normalizar a digestão.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 65.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (4)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila terapêutica para problemas no pescoço

23/11/2008 - 16:12 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argila1Em tire√≥ides, o cataplasma de barro tanto para casos de hiper ou hipoatividades. No caso de hipertitireoidite, √© bom come√ßar o tratamento com compressas de ch√° de louro (bem forte) e aplica√ß√Ķes de folhas de couve. Em seguida, iniciam-se as aplica√ß√Ķes de folhas de couve. Em seguida, iniciam-se as aplica√ß√Ķes com argila. √Č poss√≠vel que o doente fique nervoso.

No caso de bócio, o cataplasma deve ser grosso, cobrindo toda a frente do pescoço. Pode-se acrescentar caulim ao cataplasma. Aplique duas a três vezes por dia, de duas a quatro horas. Se possível, durma com o curativo.

A argila aplicada na nuca exerce ação benéfica na hipófise, fortalecendo centros vitais importantes. Pode ser mantida por uma, duas ou mais horas. Quente ou fria, a temperatura ficará a critério do paciente. Se o cataplasma for colocado frio e não se aquecer logo, ou se a pessoa sentir frio, deve ser trocado por outro, aquecido. Os cabelos são protegidos com gaze. O pano de suporte é ligado à testa, como um turbante, e não ao pescoço, como um cachecol.

Se ocorrerem vertigens, como efeito colateral, coloque compressas de argila também sobre o baixo ventre. Cataplasmas na nuca são usados em qualquer problema na cabeça: sinusite, otite, enxaqueca, etc. Se o caso é caxumba, o cataplasma fica ainda melhor com a adição de caulim.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 64-65.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila Terapêutica para problemas nos olhos

9/11/2008 - 12:45 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilaolhosSe os olhos estão fracos e você está vendo pintas móveis, observe como está o fígado. Para uma cura eficaz, procure sempre a origem de qualquer mal. Estrabismo e astigmatismo pedem cataplasmas na nuca e sobre os olhos.

Nas inflama√ß√Ķes, como conjuntivite, aplique diretamente sobre os olhos. Se o caso √© grave, troca-se o barro de hora em hora. A espessura √© de mais ou menos um cent√≠metro. O tempo de aplica√ß√£o √© de duas, tr√™s horas, at√© uma noite inteira. Pode-se colocar caulim nesse barro. Em beb√™s com infec√ß√£o nos olhos, coloque apenas um paninho embebido em √°gua argilosa. Uma semana depois, a crian√ßa estar√° livre do problema.

Em todas as les√Ķes acidentais, o cataplasma usado √© fininho, menos de meio cent√≠metro, colocado sobre uma gaze. Os olhos permanecem fechados e a gaze fica entre o olho e o barro. A fronte tamb√©m √© coberta pelo cataplasma. H√° tamb√©m a possibilidade de tratar um olho a cada dia, alternando-os, dependendo da gravidade do problema. Esse barro pode ser preparado com ch√° de cavalinha ou tanchagem. Faz-se o ch√° sem o uso de metais. Depois de frio empregue-o no lugar da √°gua, para amolecer a argila. √Č sempre bom coar o ch√° num paninho fino, para que fique livre das part√≠culas muito pequenas da planta. Reserve um pouco para lavar os olhos depois da aplica√ß√£o da argila.

Quando os olhos estão lacrimejantes, porque houve obstrução no canal lacrimal, coloque uma gota de limão em cada olho e aplique um cataplasma quente de argila, com muito sal nas asas do nariz. No início, pode parecer que o olho continua no mesmo estado ou até supurar mais ainda, parecendo que piorou, mas o resultado vem em seguida.

A aplica√ß√£o de cataplasmas de argila sobre cataratas tem um resultado not√°vel, assim como nos casos de acumula√ß√Ķes verrugosas nas p√°lpebras. √Č necess√°rio paci√™ncia, pois esse √© um tratamento longo, de muitos meses. Num senhor idoso, diab√©tico, uma hemorragia na retina foi combatida com a aplica√ß√£o de folhas de couve sobre os olhos e cataplasmas de argila. A capacidade visual tornou-se quase normal.

‚ÄúArrebentamento da c√≥rnea, por acidente, a √≠ris deslocada, restos de √≥culos aderidos. Foram usados cataplasmas continuamente, renovados de hora em hora. Depois de tr√™s semanas a c√≥rnea estava reconstitu√≠da‚ÄĚ (A argila que cura, R. Dextreite).

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 63-64.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (59)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila Terapêutica para problemas no nariz

5/11/2008 - 9:54 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilagerovidaCoriza, constipação e sinusite podem ser tratadas com água argilosa, preparada com bastante antecedência, duas vezes ao dia. Coloque uma colherinha de argila em pó e três gotas de limão em uma xícara de água. Aspire o líquido pelas narinas, uma de cada vez, suavemente. Parte da água descerá pela garganta.

Aden√≥ide requer cataplasmas frios, que s√£o colocados sobre as asas do nariz e proximidades, assim como na testa. Adicione suco de cebola na argila seca, at√© conseguir uma pomada homog√™nea. S√£o aplica√ß√Ķes di√°rias, de uma a duas horas. A cura total se faz em torno de quarenta dias de tratamento.

Em casos de rinite, faça lavagem no nariz, por um mês, com água argilosa. Aplique cataplasmas na nuca.

Para tratar feridas dentro das narinas, coloque uma porção pequena de cataplasma em uma gaze e introduza-a na narina, deixando as pontas do tecido para fora. Deixe cerca de uma hora no local. Quando retirá-lo, poderá haver uma sensação de secura nas mucosas nasais. Misture uma porção de óleo de amêndoa ou outro óleo bom, com porção igual de limão e umedeça a narina por dentro. Pode aparecer, com o passar dos dias, um corrimento de pus pelo nariz, que logo desaparece.

Do livro ‚ÄúArgila, Um santo rem√©dio e outros tratamentos compat√≠veis‚ÄĚ, de Iracela Cassimiro Peretto, Paulinas, SP, 1999. p√°g. 62.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Gastrite

31/10/2008 - 16:24 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

gastrite√Č uma inflama√ß√£o da mucosa, (a pele que reveste o est√īmago por dentro), formando um catarro muito liguento e febre. Pode ser aguda ou cr√īnica. √Č uma doen√ßa que afeta pelo menos a metade da nossa popula√ß√£o adulta, por√©m √© relativamente f√°cil de eliminar, desde que se colabore cuidando da alimenta√ß√£o.

Causas:

– Carne, a√ß√ļcar branco e caf√©, √© um trio perigoso, causador de gastrite;

Рcorantes e conservantes químicos nos alimentos sobretudo nos embutidos (salames, mortadelas);

– infec√ß√Ķes na cabe√ßa ou garganta, cujo catarro ou pus desce at√© o est√īmago;

– preocupa√ß√Ķes e ang√ļstias;

– comidas picantes, quentes demais e muito geladas.

Tratamento:

√Č preciso combater as causas apontadas.

– Aplicar argila com o ch√° de cip√≥-mil-homens (de prefer√™ncia) sobre o est√īmago por 3 horas ou mais, diariamente por 15 a 20 dias;

– Evitar o leite, mas usar a coalhada, o pur√™ de batata (batata inglesa), o p√£o torrado, a ma√ß√£ assada, o iogurte completamente natural. O leite s√≥ pode ser consumido j√° fermentado, do contr√°rio fermenta no est√īmago e prejudica a gastrite;

– Evitar √°gua com cloro;

– combater a pris√£o de ventre;

РEvitar a todo custo o café e a coca-cola.

Do livro ‚ÄúExistem doen√ßas incur√°veis?‚ÄĚ, de Jaime Br√ľning, 2003, p. 214.

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a sa√ļde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na √°rea de terapias complementares, por√©m gostar√≠amos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido n√£o dispensa uma orienta√ß√£o m√©dica ou qualquer orienta√ß√£o na √°rea que voc√™ esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terap√™utica e outros devem complementar o tratamento j√° realizado, mantendo sempre o acompanhamento m√©dico. Al√©m disto, sugerimos que aquelas pessoas que j√° est√£o em tratamento e que resolvam usar algum tratamento complementar, que comuniquem o profissional que acompanha seu caso.
Atenciosamente,
Equipe GeroVida.


Veja Também:

Comments (2)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Existem doenças incuráveis?

27/10/2008 - 11:38 Por:

Categoria(s): Sugest√£o de leituras, Terapias Complementares

Sugest√£o de leitura 40

livrodoencasincuraveis

‚ÄúExistem doen√ßas incur√°veis? Bioenergia e Sa√ļde‚ÄĚ, de Jaime Br√ľning. Curitiba, Expoente, 2003.

Livro compacto, atual, tratando de todos os principais problemas que afetam a sa√ļde humana. Com 288 p√°ginas de pesquisa atrav√©s do saber do inconsciente, pelo m√©todo bioenerg√©tico ou bio-sa√ļde. Identifica com precis√£o a origem, as causas mais profundas de qualquer dist√ļrbio org√Ęnico, sejam elas heredit√°rias, alimentares, parasitol√≥gicas. N√£o √© simplesmente um livro te√≥rico, mas eminentemente pr√°tico baseado na experi√™ncia do autor, na avalia√ß√£o de mais de 35 mil pessoas de todas as partes do Brasil e tamb√©m do exterior. Descreve os preju√≠zos causados por vermes, v√≠rus, bact√©rias, fungos, ao organismo humano e aponta as solu√ß√Ķes pr√°ticas, sempre com uso exclusivo dos recursos da Natureza.


Veja Também:

Comments (13)     Indique esse artigo Indique esse artigo

Argila Terapêutica na TV Record

19/10/2008 - 20:07 Por:

Categoria(s): Terapias Complementares

argilaterapia

Caros internautas e adeptos da argiloterapia, no pr√≥ximo dia 31 de outubro, sexta-feira, o Programa C√Ęmara Record, da TV Record, abordar√° o tema Dores de Cabe√ßa e Dores nas Costas. O Programa apresentar√° desde tratamentos tradicionais at√© aqueles o mais natural poss√≠vel e √© a√≠ que n√≥s entramos…

Mathilde e eu fizemos uma gravação que irá ao ar durante este programa e que apresentará os benefícios da argiloterapia para a cura destes males que tanto afligem nossa população.

Para quem quiser assistir, ligue a televis√£o √†s 23:00h deste dia e aproveite as informa√ß√Ķes que ser√£o exibidas!

Grande abraço,

Wanda e Mathilde.


Veja Também:

Comments (4)     Indique esse artigo Indique esse artigo