Chapéu-de-couro

9/01/2017 - 9:47 Por:

Categoria(s): Doenças e problemas de saúde, Ervas Medicinais, Sem categoria, Tratamento de Doenças

Nome científico: Echinodorus Grandi
Indicações: contra molétias da pele, reumatismo, ácido úrico, gota, sífilis. Combate herpes simples. Evita arteriosclerose. Bom para rins e bexiga. É depurativo do sangue e ajuda a baixar a pressão.
Deve ser evitada por quem tem pressão baixa e por quem está magro.
Poder curativo: 48%.
Sem toxidez.

Fonte: Livro “Existem doenças incuráveis?”, de Jaime Brüning, 2003, p.104.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Eventos do primeiro semestre de 2017

6/01/2017 - 8:07 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Jogos, Poesia, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Sugestão de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

 

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Sísifo | Miguel Torga

3/01/2017 - 9:13 Por:

Categoria(s): Dicas, Poesia, Reflexão, Sem categoria

SÍSIFO

Recomeça….

Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…

(MIGUEL TORGA)

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Gratidão por 2016

23/12/2016 - 14:09 Por:

Categoria(s): Reflexão

mensagem-2016

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Está triste? Vai correr…

21/12/2016 - 9:00 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

corridaemocEstudo avaliou 80 pessoas para testar como a prática de exercícios aeróbicos moderados afeta o modo como lidamos com emoções negativas. O resultado: vai correr para ser mais feliz!

Essa é para quem achava que a corrida não poderia ter mais nenhum benefício. Vai correr? Então saiba que a corrida faz bem para o corpo e para a mente, melhorando o humor e amenizando a tristeza e a depressão. É o que aponta um relatório recente publicado no Journal Cognition and Emotion: quem corre espanta os males da depressão e fica mais feliz.

Quem corre seus males espanta

As pessoas da pesquisa assistiram a uma cena triste do filme “O Campeão” (The Champ, 1979) e depois foram separadas em dois grupos: um deles fez meia hora corrida e a outra metade, de alongamento. Aqueles que correram reportaram sentimentos menos tristes após 30 minutos de exercícios em relação ao outro grupo. Conclusão? Quem vai correr é mais feliz e alivia a tristeza de forma muito mais rápida do que quem não praticou o exercício.

Suor que faz sorrir

Esse não é o único estudo que aponta os benefícios do exercício para o bem-estar psicológico. Segundo pesquisa de 2015 publicado no Journal Psychosomatic Medicine, quem correr (ou praticar outro esporte) sente mais as emoções positivas do que quem é sedentário.

O estado psicológico de 1000 participantes foi avaliado, analisando quantas vezes e qual a intensidade em que sentiram cerca de 10 emoções positivas específicas (dentre elas, “interessado”, “orgulhoso”, “entusiasmado”, “inspirado”). Todos eles tinham histórico de problemas de coração e foram examinados no início do estudo e depois de cinco anos, para efeitos de comparação.

Adivinha o que descobriram? Quem pratica esportes (vai correr, nadar ou pedalar), sente mais emoções positivas do que quem não é fisicamente ativo. Eles também dormiram melhor e eram menos propensos a fumar.

Corrida é bom para o corpo, para a mente e para mais bem-estar. Você duvida? Vai correr e conta pra gente o que sentiu depois!

Fonte: Matéria publicada no site O2 Por Minuto.

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.
Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Final de Ano | Descontos promocionais

19/12/2016 - 8:13 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Jogos, Palestras, Poesia, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Sugestão de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

Olá!
Aproveite essa oportunidade imperdível…
Você pode aderir a promoção dentro do prazo e iniciar o curso ou fazer o atendimento quando quiser.
Entre em contato. Estamos à disposição!

promodez2016

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Será que a corrida pode virar um vício?

16/12/2016 - 11:34 Por:

Categoria(s): Qualidade de Vida

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

corridavicioSensação de dependência é comum depois de certo tempo de atividade. Outro dia estava pensando que já faz mais de 30 anos que corro todas as semanas. Às vezes, com mais afinco em função de provas que me proponho a correr e em determinadas fases somente corro por correr. Por essa razão, resolvi pesquisar um pouco e tentar descobrir um fato: será que a corrida vicia?

Hormônios
A corrida estimula em nosso corpo reações fisiológicas e hormonais que provocam essa sensação de dependência depois de certo tempo de prática. Isso não acontece da noite para o dia, portanto, iniciantes devem ter paciência, regularidade e consistência nos treinos. Em dois ou três meses, seu organismo começa a sentir falta da corrida ao ficar sem correr num dia de treino. Os hormônios responsáveis por esse processo são conhecidos como endorfina e serotonina. Eles são produzidos pelo organismo e, na corrida, ocorre maior produção, provocando aquela sensação de bem-estar e prazer pós-corrida. A serotonina está intimamente ligada aos transtornos do humor. A maioria dos medicamentos antidepressivos estimula aumento da disponibilidade dessas substâncias, o que é exatamente o que o organismo faz durante a corrida. Já a endorfina é um neuro-hormônio com ação analgésica que, ao ser liberada pelo organismo, estimula a sensação de conforto e melhora o estado de humor. Algumas pesquisas afirmam que os efeitos da endorfina são sentidos até uma ou duas horas após a sua liberação. Como resultado de todo esse processo, quanto maior a quantidade de esforço físico, maior a liberação de endorfina, chegando a um ponto em que é preciso mais exercício para atingir a mesma sensação de bem-estar.

Zona Alfa
Outro fator que influencia a corrida é o próprio cérebro. Existe um momento em que você sente que seu corpo e mente são capazes de correr para sempre. Uma emoção privilegiada e pernas e músculos parecem fluir sem qualquer esforço. Esse estado mental é proporcionado por ondas cerebrais que trabalham em uma frequência mais baixa e proporcionam relaxamento profundo. Assim, tudo acontece de uma forma mais agradável, conhecida pelos estudiosos como zona alfa. Vale reforçar que isso não tem nada a ver com a liberação de endorfina. Nessa fase, há um equilíbrio entre o consumo e a produção de oxigênio. Se você for um corredor com certa experiência já deve ter passado por essa sensação que nem percebemos que estamos correndo e o nosso pensamento vai longe.

Questão psicológica
Além dessas alterações físicas e fisiológicas, o vício na corrida acontece também por questões de ordem psicológica. A sensação de missão cumprida ao terminar um treino, completar um percurso ou cruzar a linha de chegada de uma prova, traz uma enorme satisfação que estimula a correr mais e mais. Tudo isso é potencializado se o corredor teve o seu corpo transformado pela corrida.

Cuidado
Fique atento a dois sinais prejudiciais a saúde. Em primeiro lugar, observar se a corrida é tão mais importante quanto família, trabalho, amigos e vida social. Também, perceber se a dependência faz com que tenha sintomas de abstinência quando não consegue treinar, como irritabilidade, ansiedade e depressão. Nesses casos, procure orientação do seu treinador. Assim vamos em frente, enfrentando a nossa vida de uma forma mais prazerosa, fazendo novos amigos e conhecendo novos lugares através da corrida, com um vício que hoje está controlado em provas de dez quilômetros e meias maratonas. Quem sabe mais para frente penso novamente em correr uma maratona. Bons treinos para todos!

Escrito por Aulus Sellmer: Consultor Webrun da seção Dicas de Treinamento.

Fonte: Matéria publicada no site Webrun
* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Promoção de final de ano

14/12/2016 - 8:07 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Jogos, Palestras, Poesia, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Sugestão de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

Olá!
Aproveite essa oportunidade imperdível…
Você pode aderir a promoção dentro do prazo e iniciar o curso ou fazer o atendimento quando quiser.
Entre em contato. Estamos à disposição!

promodez2016

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

O ronco e o cutucão da minha mulher

12/12/2016 - 8:06 Por:

Categoria(s): Doenças e problemas de saúde, Sem categoria, Sugestão de leituras

Sugestão de leitura 221
roncoeocutucaoAutor: Alberto Remesar
Editora: Vital
Ano: 2016

Este livro traz informações sobre essas heranças e modificações que puderam contribuir, ao longo do desenvolvimento das espécies, para o surgimento do ronco e da apneia do sono nos seres humanos.

O ronco e as paradas respiratórias (engasgos) durante o sono foram negligenciados por milênios por todos que se dedicavam ao tratamento das doenças humanas. Isso mudou muito nas últimas décadas, pois o crescente número de estudos e conhecimentos provenientes de diferentes áreas e profissionais ligou o ronco e a apneia do sono aos mais variados problemas sociais e da saúde.

As informações contidas aqui ajudarão as pessoas a encontrarem tratamentos e soluções mais adequados para o ronco e a apneia do sono, e as empresas prestadoras de serviços médicos, seguradoras e governos perceberão que a resolução destes distúrbios do sono não são apenas gastos, mas economia em outras áreas, tanto da saúde como sociais, e qualidade de vida para todos.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Mestrado em Psicologia | Psicossomática UNIB

9/12/2016 - 10:43 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Educação, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Quântica Informacional, Jogos, Palestras, Poesia, Qualidade de Vida, Reflexão, Sem categoria, Sugestão de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

A Dra. Wanda Patrocínio, diretora da GeroVida, faz parte do corpo docente deste curso.

unibmestradopsicologia

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo