Será que a corrida pode virar um vício?

16/12/2016 - 11:34 Por:

Categoria(s): Qualidade de Vida

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

corridavicioSensação de dependência é comum depois de certo tempo de atividade. Outro dia estava pensando que já faz mais de 30 anos que corro todas as semanas. Às vezes, com mais afinco em função de provas que me proponho a correr e em determinadas fases somente corro por correr. Por essa razão, resolvi pesquisar um pouco e tentar descobrir um fato: será que a corrida vicia?

Horm√īnios
A corrida estimula em nosso corpo rea√ß√Ķes fisiol√≥gicas e hormonais que provocam essa sensa√ß√£o de depend√™ncia depois de certo tempo de pr√°tica. Isso n√£o acontece da noite para o dia, portanto, iniciantes devem ter paci√™ncia, regularidade e consist√™ncia nos treinos. Em dois ou tr√™s meses, seu organismo come√ßa a sentir falta da corrida ao ficar sem correr num dia de treino. Os horm√īnios respons√°veis por esse processo s√£o conhecidos como endorfina e serotonina. Eles s√£o produzidos pelo organismo e, na corrida, ocorre maior produ√ß√£o, provocando aquela sensa√ß√£o de bem-estar e prazer p√≥s-corrida. A serotonina est√° intimamente ligada aos transtornos do humor. A maioria dos medicamentos antidepressivos estimula aumento da disponibilidade dessas subst√Ęncias, o que √© exatamente o que o organismo faz durante a corrida. J√° a endorfina √© um neuro-horm√īnio com a√ß√£o analg√©sica que, ao ser liberada pelo organismo, estimula a sensa√ß√£o de conforto e melhora o estado de humor. Algumas pesquisas afirmam que os efeitos da endorfina s√£o sentidos at√© uma ou duas horas ap√≥s a sua libera√ß√£o. Como resultado de todo esse processo, quanto maior a quantidade de esfor√ßo f√≠sico, maior a libera√ß√£o de endorfina, chegando a um ponto em que √© preciso mais exerc√≠cio para atingir a mesma sensa√ß√£o de bem-estar.

Zona Alfa
Outro fator que influencia a corrida √© o pr√≥prio c√©rebro. Existe um momento em que voc√™ sente que seu corpo e mente s√£o capazes de correr para sempre. Uma emo√ß√£o privilegiada e pernas e m√ļsculos parecem fluir sem qualquer esfor√ßo. Esse estado mental √© proporcionado por ondas cerebrais que trabalham em uma frequ√™ncia mais baixa e proporcionam relaxamento profundo. Assim, tudo acontece de uma forma mais agrad√°vel, conhecida pelos estudiosos como zona alfa. Vale refor√ßar que isso n√£o tem nada a ver com a libera√ß√£o de endorfina. Nessa fase, h√° um equil√≠brio entre o consumo e a produ√ß√£o de oxig√™nio. Se voc√™ for um corredor com certa experi√™ncia j√° deve ter passado por essa sensa√ß√£o que nem percebemos que estamos correndo e o nosso pensamento vai longe.

Questão psicológica
Al√©m dessas altera√ß√Ķes f√≠sicas e fisiol√≥gicas, o v√≠cio na corrida acontece tamb√©m por quest√Ķes de ordem psicol√≥gica. A sensa√ß√£o de miss√£o cumprida ao terminar um treino, completar um percurso ou cruzar a linha de chegada de uma prova, traz uma enorme satisfa√ß√£o que estimula a correr mais e mais. Tudo isso √© potencializado se o corredor teve o seu corpo transformado pela corrida.

Cuidado
Fique atento a dois sinais prejudiciais a sa√ļde. Em primeiro lugar, observar se a corrida √© t√£o mais importante quanto fam√≠lia, trabalho, amigos e vida social. Tamb√©m, perceber se a depend√™ncia faz com que tenha sintomas de abstin√™ncia quando n√£o consegue treinar, como irritabilidade, ansiedade e depress√£o. Nesses casos, procure orienta√ß√£o do seu treinador. Assim vamos em frente, enfrentando a nossa vida de uma forma mais prazerosa, fazendo novos amigos e conhecendo novos lugares atrav√©s da corrida, com um v√≠cio que hoje est√° controlado em provas de dez quil√īmetros e meias maratonas. Quem sabe mais para frente penso novamente em correr uma maratona. Bons treinos para todos!

Escrito por Aulus Sellmer: Consultor Webrun da seção Dicas de Treinamento.

Fonte: Matéria publicada no site Webrun
* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Promoção de final de ano

14/12/2016 - 8:07 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doen√ßas e problemas de sa√ļde, Educa√ß√£o, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Jogos, Palestras, Poesia, Qualidade de Vida, Reflex√£o, Sem categoria, Sugest√£o de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doen√ßas

Ol√°!
Aproveite essa oportunidade imperd√≠vel…
Você pode aderir a promoção dentro do prazo e iniciar o curso ou fazer o atendimento quando quiser.
Entre em contato. Estamos à disposição!

promodez2016

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

O ronco e o cutuc√£o da minha mulher

12/12/2016 - 8:06 Por:

Categoria(s): Doen√ßas e problemas de sa√ļde, Sem categoria, Sugest√£o de leituras

Sugest√£o de leitura 221
roncoeocutucaoAutor: Alberto Remesar
Editora: Vital
Ano: 2016

Este livro traz informa√ß√Ķes sobre essas heran√ßas e modifica√ß√Ķes que puderam contribuir, ao longo do desenvolvimento das esp√©cies, para o surgimento do ronco e da apneia do sono nos seres humanos.

O ronco e as paradas respirat√≥rias (engasgos) durante o sono foram negligenciados por mil√™nios por todos que se dedicavam ao tratamento das doen√ßas humanas. Isso mudou muito nas √ļltimas d√©cadas, pois o crescente n√ļmero de estudos e conhecimentos provenientes de diferentes √°reas e profissionais ligou o ronco e a apneia do sono aos mais variados problemas sociais e da sa√ļde.

As informa√ß√Ķes contidas aqui ajudar√£o as pessoas a encontrarem tratamentos e solu√ß√Ķes mais adequados para o ronco e a apneia do sono, e as empresas prestadoras de servi√ßos m√©dicos, seguradoras e governos perceber√£o que a resolu√ß√£o destes dist√ļrbios do sono n√£o s√£o apenas gastos, mas economia em outras √°reas, tanto da sa√ļde como sociais, e qualidade de vida para todos.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Mestrado em Psicologia | Psicossom√°tica UNIB

9/12/2016 - 10:43 Por:

Categoria(s): Arte, Curiosidades, Cursos, Dicas, Doen√ßas e problemas de sa√ļde, Educa√ß√£o, Ervas Medicinais, Fita Funcional, Gerontologia, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Jogos, Palestras, Poesia, Qualidade de Vida, Reflex√£o, Sem categoria, Sugest√£o de leituras, Terapias Complementares, Tratamento de Doen√ßas

A Dra. Wanda Patrocínio, diretora da GeroVida, faz parte do corpo docente deste curso.

unibmestradopsicologia

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , , , , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Fim da Vida e Cuidados Paliativos

7/12/2016 - 10:57 Por:

Categoria(s): Gerontologia

paliativoA morte, apesar de inevit√°vel, pode provocar ang√ļstia, medo e outros sentimentos ao ser cogitada, dependendo de cada pessoa ou cultura √© vista como um tabu.

Quando a terap√™utica curativa se torna f√ļtil, a morte deve ser considerada. Nesse momento, a equipe deve se atentar ao al√≠vio do sofrimento, minimiza√ß√£o da ang√ļstia da fam√≠lia e, sobretudo, assegura√ß√£o de uma morte digna.
Os cuidados paliativos são centrados na valorização da dignidade da pessoa que, mesmo doente, vulnerável e limitada, tem o direito de viver sua vida até o final com o máximo de conforto e qualidade.
A Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS) considera os cuidados paliativos como ativos prestados a pacientes com doen√ßa incur√°vel, progressiva e irrevers√≠vel, que n√£o respondem aos tratamentos, se tornando imprescind√≠vel o controle da dor e outros sintomas, bem como os problemas psicol√≥gicos, sociais e espirituais.
Os cuidados paliativos n√£o interferem no curso natural da doen√ßa e as suas a√ß√Ķes n√£o visam apressar ou retardar a morte. Sendo assim, a equipe deve ter conhecimento profundo. A medicina paliativa √© a especialidade m√©dica cuja atua√ß√£o consiste em propiciar a melhor qualidade de vida poss√≠vel √†queles pacientes com doen√ßa avan√ßada.
Aos pacientes com doen√ßa em fase terminal, h√° um instrumento legal, as ‚Äėdiretivas antecipadas de vontade‚Äô, que tem por finalidade assegurar o protagonismo do paciente no seu processo de morrer, uma vez que informa aos m√©dicos, √†s equipes e familiares as suas pr√≥prias decis√Ķes referente √† instala√ß√£o e, ou, supress√£o de tratamento quando da aproxima√ß√£o da sua morte. Ou seja, se o paciente decide e declara em documento a ordem de n√£o reanimar, em comum acordo, o procedimento n√£o ser√° realizado.

Referência:
Claudia Burlá e Daniel Lima Azevedo. Paliação: Cuidados ao Fim da Vida. In: FREITAS, E. V. Tratado de Geriatria e Gerontologia, 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap.109, pp.1227-1241 2011.

Por: Roberta dos Santos Tarallo.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Treinamento: Praticando a HQI

5/12/2016 - 9:16 Por:

Categoria(s): Homeostase Qu√Ęntica Informacional

treinamento-hqi-dez-2016

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Ch√°-de-bugre

2/12/2016 - 10:15 Por:

Categoria(s): Ervas Medicinais, Terapias Complementares, Tratamento de Doenças

Guaçatonga
ervabugreNome científico: Casearia silvestris
Indica√ß√Ķes: √© diur√©tica, emagrece, abaixa a press√£o sangu√≠nea, fortifica o cora√ß√£o, combate herpes simples, melhora a circula√ß√£o, combate reumatismo, evita a arteriosclerose, combate s√≠filis.
Deve ser evitada por quem tem pressão baixa, desnutrição e incontinência urinária.
Poder curativo: 43%.

Fonte: Livro ‚ÄúExistem doen√ßas incur√°veis?‚ÄĚ, de Jaime Br√ľning, 2003, p.103.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Agenda de Eventos

30/11/2016 - 8:25 Por:

Categoria(s): Cursos, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Palestras

agendadez2016

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Sonhar | Helena Kolody

28/11/2016 - 10:37 Por:

Categoria(s): Poesia, Reflex√£o

SONHAR

sonharmar
Sonhar é transportar-se em asas de ouro e aço
Aos p√°ramos azuis da luz e da harmonia;
√Č ambicionar o c√©u; √© dominar o espa√ßo,
Num v√īo poderoso e audaz da fantasia.
Fugir ao mundo vil, tão vil que, sem cansaço,
Engana, e menospreza, e zomba, e calunia;
Encastelar-se, enfim, no deslumbrante paço
De um sonho puro e bom, de paz e de alegria.
√Č ver no lago um mar, nas nuvens um castelo,
Na luz de um pirilampo um sol pequeno e belo;
√Č al√ßar, constantemente, o olhar ao c√©u profundo.
Sonhar é ter um grande ideal na inglória lida:
T√£o grande que n√£o cabe inteiro nesta vida,
T√£o puro que n√£o vive em plagas deste mundo.

HELENA KOLODY
(In Viagem no Espelho e vinte e um poemas inéditos, 2001).

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Emagrecimento e HQI

23/11/2016 - 9:25 Por:

Categoria(s): Cursos, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Sem categoria

modulosemagrecimento

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo