Os Idosos s√£o capazes de aprender?

27/10/2017 - 10:39 Por:

Categoria(s): Dicas, Educação, Reflexão

Muitas pessoas acreditam que os idosos n√£o conseguem mais aprender algo novo. Qual sua opini√£o sobre isto? Infelizmente, isto √© uma cren√ßa err√īnea. Os idosos conseguem e devem obter novos aprendizados.

O ser humano aprende desde o nascimento at√© a morte; desse modo, a pessoa √© constantemente educada e estimulada. Os idosos, diante das viv√™ncias de cada etapa da vida, acumularam conhecimento e experi√™ncia, por isso, predisp√Ķem de um condicionamento natural e de aprendizagens anteriormente adquiridas; por√©m esse ac√ļmulo n√£o se esgota.

Estudar algo novo, al√©m de estimular as fun√ß√Ķes cognitivas pode, direta ou indiretamente, promover rela√ß√Ķes sociais. Ao estudar e aprender algo diferente, o idoso amplia e reformula o pensamento, al√©m de redimensionar e redirecionar fatos e a√ß√Ķes. Sendo assim, a educa√ß√£o √© um dos meios para vencer os desafios impostos pela idade e pela sociedade, propiciando aprendizado de novos conhecimentos e oportunidades.

Estrat√©gias persistentes e bem postas podem provocar novas convic√ß√Ķes e mudan√ßas. A problematiza√ß√£o do cotidiano e dos estere√≥tipos que permeiam o idoso, bem como a rela√ß√£o sobre si e o outro, podem conceder novas oportunidades para mudar. Ressalta-se que o intuito da aprendizagem √© a liberdade; ao conseguir libertar dos preconceitos e reconquistar a autonomia para escolher e para questionar e para julgar ideias impostas.

As metodologias utilizadas determinam o sucesso ou fracasso de uma atividade, bem como o desempenho intelectual do idoso. A metodologia de ensino deve privilegiar o idoso como protagonista de seu pr√≥prio aprendizado, numa rela√ß√£o participativa entre professor e aluno. Sob essa perspectiva, sugere-se a pedagogia participativa problematizadora como arcabou√ßo te√≥rico para facilitar o aprendizado dos alunos-idosos. Durante o processo educacional, deve-se encorajar uma apropria√ß√£o ativa e cr√≠tica, em vez do ac√ļmulo est√°tico de conhecimento por parte dos idosos. Os conte√ļdos discutidos precisam ter significado e relev√Ęncia.

A fruição, o gosto por aprender, a realização de sonhos e projetos de vida adiados, a necessidade de se sentir vivo, ativo, atualizado e inserido na sua comunidade fazem com que as pessoas idosas procurem sempre aprender algo. Esse aluno de escolher as atividades que melhor se adéquam aos seus objetivos. Deve poder buscar seu crescimento pessoal e coletivo. Os novos conhecimentos precisam ter um valor prático e relevante para a vida do aluno idoso.

Lembre-se de que sempre é tempo de começar e aprender algo novo!

O que você acha?

Deixe a sua opini√£o, sugest√£o e coment√°rio.

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Treinamento Longevidade

24/08/2017 - 11:26 Por:

Categoria(s): Cursos, Dicas, Educa√ß√£o, Gerontologia, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Palestras, Qualidade de Vida, Reflex√£o, Terapias Complementares

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Previdência Corporal: Como vai a sua?

22/08/2017 - 14:42 Por:

Categoria(s): Dicas, Doen√ßas e problemas de sa√ļde, Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflex√£o, Sem categoria

Estamos todos preocupados com a situação da Previdência Social e não é por menos, nosso futuro está em jogo. Como podemos ficar sossegados e tranquilos com um futuro tão incerto e numa fase da vida onde podemos estar mais vulneráveis? Investir financeiramente no futuro é essencial para alcançarmos um longeviver mais seguro e pleno, onde possamos continuar aproveitando a vida como almejamos. Cada vez mais, os jovens se preocupam em investir na previdência social ou privada, guardar na poupança para o futuro, investir em algo que garanta alguma segurança para a velhice. Vamos pensar agora na nossa Previdência Corporal, como andam seus investimentos?
√Č fato que as pessoas est√£o mais consciente sobre a import√Ęncia da pr√°tica de atividade f√≠sica e da alimenta√ß√£o saud√°vel. Basta acessarmos qualquer rede social que teremos dicas de como ter um estilo de vida mais saud√°vel. Mas a quest√£o n√£o √© essa.
Quando investimos nosso dinheiro em algum fundo, o primeiro passo √© ‚ÄúTra√ßar o nosso perfil‚ÄĚ como investidor. Podemos ser mais ‚Äúconservadores ou mais arrojados‚ÄĚ, assumindo mais riscos de perdas futuras. Traduzindo isso para nossa dimens√£o corporal, o ideal seria que tamb√©m tra√ß√°ssemos nosso ‚Äúperfil‚ÄĚ para adequarmos nosso estilo de vida, que √© influenciado pela nossa cultura, valores, possibilidades financeiras, nossos gostos pessoais, ambiente em que vivemos, nossas necessidades espec√≠ficas etc., para a√≠ sim, optarmos pelo investimento mais adequado. A imposi√ß√£o por estilos de vida pr√© moldados socialmente n√£o funciona para todos. √Č preciso que fa√ßa sentido, que proporcione bem estar, seguran√ßa e a certeza de que estamos fazendo algo por n√≥s mesmos, e n√£o apenas respondendo a anseios sociais de ‚ÄúCorpo sarado e magro‚ÄĚ.
Meu av√ī ultrapassou os 90 anos sem nunca ter entrado numa academia e como bom portugu√™s, teve em sua dieta muito vinho, sardinha, p√£o e batatas. Nunca esteve acima do peso. Sua previd√™ncia corporal recebeu investimentos na √°rea da agricultura, quando ele morava no s√≠tio e com a enxada, cuidava da Horta. Subia e descia morros‚Ķ cuidava dos c√£es. Acredito que tenha sido um belo investimento. A minha av√≥ beirou os 90 e analisando seu perfil percebo que ela investiu muito nas amizades, nas atividade manuais (bel√≠ssimos bordados portugueses dos quais se orgulhava muito), muita bacalhoada‚Ķ amava passear, caminhar. Eu precisava correr para alcan√ßar a passada dela‚Ķ Tamb√©m investiu bastante em atividades religiosas, era mulher de muita F√©.
Estes s√£o exemplos de investimentos de ‚ÄúPrevid√™ncia Corporal‚ÄĚ que levo comigo. Quando pensamos em ‚ÄúSa√ļde Corporal‚ÄĚ n√£o devemos desmembrar o Corpo e mente. Nosso corpo funciona bem se estamos mentalmente saud√°veis e vice versa. Investir em sa√ļde n√£o pode ser apenas matricular-se numa academia e cortar o gl√ļten. Estamos errando nesse ponto. Antes de tudo, devemos nos perguntar ‚Äúonde queremos investir?‚ÄĚ. O que realmente pode nos fazer bem? Como contribuir com o presente e colher no futuro? Essa reflex√£o deve ser individualizada e sofrer a menor influ√™ncia poss√≠vel da ‚Äúm√≠dia ou da moda‚ÄĚ. Deve respeitar quem realmente somos e, assim, conquistar resultados eficazes e duradouros. Cuidar da nossa sa√ļde hoje, preparando a reserva de amanh√£ significa ter um corpo forte, com m√ļsculos e articula√ß√Ķes saud√°veis.
Cuidar da alimenta√ß√£o significa ter uma boa rela√ß√£o com o que se come. Cuidar da mente significa equilibrar as emo√ß√Ķes, as vontades, as ang√ļstias‚Ķ e devemos buscar a resposta do ‚Äúcomo fazer‚ÄĚ em n√≥s mesmos. Vamos lembrar sempre que ‚ÄúN√≥s envelhecemos da maneira que vivemos‚ÄĚ e a melhor maneira de cuidar da nossa longevidade √© cuidar do nosso presente.

Gabriela C. de A. Goldstein
Fisioterapeuta da Unidade de Refer√™ncia em Sa√ļde do Idoso PMSP – OS ACSC. Mestre em Ci√™ncias pela USP, especialista em Fisiologia e Biomec√Ęnica do Aparelho Locomotor pelo IOT- FMUSP e especialista em Gerontologia Social pela PUC-SP.

Fonte: http://www.portaldoenvelhecimento.com.br/previdencia-corporal-como-vai-a-sua/

Curta! Compartilhe! Comente! acesse o nosso site http://gerovida.com.br/

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Envelhecendo com sa√ļde emocional, mental e f√≠sica por meio da Homeostase Qu√Ęntica Informacional

8/06/2017 - 10:35 Por:

Categoria(s): Gerontologia, Homeostase Qu√Ęntica Informacional, Terapias Complementares

Este artigo tem como objetivo apresentar uma nova vis√£o do conceito de sa√ļde por meio da elimina√ß√£o das causas da quebra da homeostasia no n√≠vel informacional. Inicialmente o estudo se baseou na observa√ß√£o do tratamento de 2.500 casos e, atualmente, atingimos o n√ļmero de 7.320 pessoas atendidas. Esperamos que este artigo contribua com a mudan√ßa de paradigmas na busca da simplifica√ß√£o dos processos de tratamento, e, tamb√©m, para o campo da Gerontologia Aplicada, por meio do cuidado aos idosos para que possam envelhecer com sa√ļde emocional, mental e f√≠sica.

O artigo est√° dividido da seguinte forma: na primeira parte, discorreremos sobre as teorias da f√≠sica qu√Ęntica informacional e a Teoria Holoinformacional da consci√™ncia. Na segunda parte, apresentaremos o m√©todo de quantiza√ß√£o da informa√ß√£o que permitiu com que essa teoria fosse colocada em pr√°tica para, em seguida, tratarmos dos diversos tratamentos ou medicinas na vis√£o informacional. Demonstraremos a aplica√ß√£o da metodologia da Homeostase Qu√Ęntica Informacional no processo de envelhecimento saud√°vel. Por fim, apresentaremos alguns depoimentos de pessoas, com 60 anos ou mais, que obtiveram resultados positivos com a pr√°tica dessa t√©cnica.

Abaixo o link para acessar o artigo completo

http://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/26629/19047

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Benefícios de andar de bicicleta para o corpo

6/06/2017 - 15:10 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

Andar de bicicleta √© uma atividade f√≠sica prazerosa tanto individualmente quanto em grupo com os amigos ou familiares. √Č um exerc√≠cio t√£o especial que pode ser praticado com seguran√ßa por pessoas de qualquer idade, com bom condicionamento f√≠sico ou n√£o. Quem √© adepto desse exerc√≠cio f√≠sico e costuma pedalar regularmente j√° conhece os benef√≠cios de andar de bicicleta para o corpo. J√° desfrutam de boa sa√ļde, com mais energia e disposi√ß√£o e s√£o pessoas mais resistentes. Pedalar estimula o sistema imunol√≥gico ajudando o organismo a defender-se de v√≠rus e bact√©rias. Previne doen√ßas cr√īnicas como a obesidade, colesterol alto, reduz os n√≠veis de triglic√©rides. Praticada com bom senso ainda trabalha o equil√≠brio, a confian√ßa, relaxa e combate o estresse.

Benef√≠cios de andar de bicicleta para a sa√ļde e o meio ambiente
Andar de bicicleta seja como meio de transporte ou atividade f√≠sica s√≥ tr√°s vantagens tanto f√≠sicas quanto emocionais e tamb√©m para o meio ambiente. Muitos brasileiros t√™m deixado o carro na garagem para se deslocarem de bicicleta. √Č um meio de transporte n√£o poluente e uma alternativa mais barata do que o transporte p√ļblico. Andar de bicicleta encanta e seduz quem est√° iniciando nessa atividade pela sensa√ß√£o de liberdade, relaxamento e bem-estar que ela proporciona. A qualidade de vida melhora bastante com a redu√ß√£o dos n√≠veis de estresse. Melhora a aptid√£o cardiovascular, ajuda a evitar doen√ßas atreladas ao estilo de vida como a hipertens√£o arterial, a diabetes, doen√ßas card√≠acas entre outras.

Fonte: Sa√ļde e Esporte
* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Sociabilidade em Idosos

24/05/2017 - 11:04 Por:

Categoria(s): Dicas, Educação, Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflexão

Sociabilidade em Idosos

Entre os idosos, o envolvimento social √© um indicador de bons n√≠veis de sa√ļde e funcionalidade expressas em habilidades f√≠sicas, cognitivas, emocionais e sociais, prevenindo perdas.

Os idosos saudáveis podem manter o nível de atividade e de envolvimento social para garantir suporte e apoio e aumentar o seu bem-estar subjetivo. Porém, podem afastar-se de atividades sociais para preservar os recursos físicos e emocionais ou por causa de mudanças em suas prioridades.

Na velhice, as atividades e o envolvimento social podem diminuir em frequ√™ncia e amplitude caso haja diminui√ß√£o da sa√ļde f√≠sica, cognitiva e capacidade funcional.

Em decorrência desta possível diminuição, é necessário estimular a convivência e o desenvolvimento de atividades.

Há seis níveis de atividades:

  • Atividades em casa em que a pessoa realiza sozinha preparando para interagir com outras;
  • Estar sozinha, mas com um grupo de pessoas fora de casa;
  • Interagir com outras pessoas, mas sem realizar atividade espec√≠fica e de v√≠nculo com elas (pedir informa√ß√£o na rua ou por telefone, conversar rapidamente no elevador, cumprimentar algu√©m brevemente);
  • Realizar uma atividade junto com outras pessoas, colaborando para alcan√ßar um objetivo em comum;
  • Ajudar outras pessoas voluntariamente com determinado v√≠nculo ou necessidade;
  • Contribuir para a sociedade de forma c√≠vica.

Referência:

Anita Liberalesso Neri. Palavras-chave em Gerontologia. Campinas: Editora Alínea, 2014, pp.328-334.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Andar de Bicicleta

12/05/2017 - 11:05 Por:

Categoria(s): Qualidade de Vida

Andar de bicicleta regularmente poupa visitas ao médico

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

Pedalar ajuda a reduzir o colesterol e a press√£o arterial, fortalece os m√ļsculos e aumenta a capacidade cardiorrespirat√≥ria.

J√° reparou que cada vez mais pessoas est√£o utilizando a bicicleta, seja como meio de transporte ou para a pr√°tica e atividade f√≠sica? Pedalar √© saud√°vel, relaxante e ajuda a queimar muitas calorias. Sem falar que √© um excelente substituto para quem n√£o gosta de se exercitar em academias. Al√©m de emagrecer e melhorar o f√īlego, o exerc√≠cio enrijece pernas e bumbum. E o abd√īmen tamb√©m se fortalece para sustentar o corpo na postura correta.

Especialistas afirmam que as pessoas que andam de bicicleta regularmente poupam muitas visitas ao médico, sem falar que o exercício auxilia pessoas que sofrem de dores nas costas, excesso de peso ou doenças cardiovasculares.

Pedalar tamb√©m ajuda a reduzir o colesterol e a press√£o arterial; a controlar o diabetes; fortalece e define os m√ļsculos dos membros inferiores; aumenta a capacidade cardiorrespirat√≥ria, fortalecendo pulm√Ķes e cora√ß√£o; alivia o estresse e as tens√Ķes.

O meio ambiente também sai fortalecido já que a bicicleta é um veiculo ecologicamente correto.

Fonte: Portal R7

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog. 

Tags: , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

A import√Ęncia do Sono

10/05/2017 - 16:48 Por:

Categoria(s): Dicas, Educação, Qualidade de Vida

√Ȭ†um total contrassenso o fato de que, num mundo em que cerca de 16 a 40% das pessoas em geral sofrem de ins√īnia, haja aquelas que, iludidas pelos valores da sociedade industrial, esfor√ßam-se por reduzir o n√ļmero de horas de sono di√°rio. Com isso acreditam, provavelmente, que um corpo “treinado” para dormir menos nos permita ampliar o n√ļmero de “horas √ļteis” do dia, mantendo o mesmo desempenho.

Pura ilus√£o ou, mais provavelmente, uma boa dose de ignor√Ęncia sobre a import√Ęncia que o sono tem no funcionamento de nosso corpo e da nossa mente.

Dormir n√£o √© apenas uma necessidade de descanso mental e f√≠sico: durante o sono ocorrem v√°rios processos metab√≥licos que, se alterados,¬† podem afetar o equil√≠brio de todo o organismo a curto, m√©dio e, mesmo, em longo prazo. Estudos provam que quem dorme menos do que o necess√°rio tem menor vigor f√≠sico, envelhece mais precocemente, est√° mais propenso a infec√ß√Ķes, √† obesidade, √† hipertens√£o e ao diabetes.

Alguns fatos comprovados por pesquisas podem nos dar uma ideia da import√Ęncia que tem o sono no nosso desempenho f√≠sico e mental. Por exemplo, num estudo realizado pela Universidade de Stanford, EUA, indiv√≠duos que n√£o dormiam h√° 19 horas foram submetidos a testes de aten√ß√£o. Constatou-se que eles cometeram mais erros do que pessoas com 0,8 g de √°lcool no sangue – quantidade equivalente a tr√™s doses de u√≠sque. Igualmente, tomografias computadorizadas do c√©rebro de jovens privados de sono mostram redu√ß√£o do metabolismo nas regi√Ķes frontais (respons√°veis pela capacidade de planejar e de executar tarefas) e no cerebelo (respons√°vel pela coordena√ß√£o motora). Esse processo leva a dificuldades na capacidade de acumular conhecimento e altera√ß√Ķes do humor, comprometendo a criatividade, a aten√ß√£o, a mem√≥ria e o equil√≠brio.

Dicas para dormir melhor

  • √Ä noite, procure comer somente alimentos de f√°cil digest√£o e n√£o exagerar nas quantidades. Evite tomar caf√©, ch√°s com cafe√≠na (como ch√°-preto e ch√°-mate) e refrigerantes derivados da cola, pois todos s√£o estimulantes (“despertam”);
  • Evite dormir com a TV ligada, uma vez que isso impede que voc√™ chegue √† fase de sono profundo.
  • Apague todas as luzes, inclusive a do abajur, do corredor e do banheiro (Dica GeroVida: se necess√°rio, no caso de idosos, mantenha apenas a luz de emerg√™ncia);
  • N√£o leve livro estimulante nem trabalho para a cama;
  • Procure usar colch√Ķes confort√°veis e silenciosos;
  • Tire da cabeceira o telefone celular e rel√≥gios;
  • Tome um banho quente, de prefer√™ncia na banheira, para ajudar a relaxar, antes de ir dormir.

Procure seguir uma rotina à hora de dormir, isso ajuda a induzir o sono.

Autora: Dra. Regeane Trabulsi Cronfli, médica formada pela Faculdade de Medicina da USP, especialista em Endocrinologia e Metabologia.

Tags: , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Os benefícios do Cipó São João

12/04/2017 - 13:02 Por:

Categoria(s): Dicas, Doen√ßas e problemas de sa√ļde, Ervas Medicinais, Qualidade de Vida, Tratamento de Doen√ßas

Nome científico: Pyrostegia venust

Conhecida popularmente como: flor-de-são-joão, cipó-de-são-joão, cipó-bela-flor, marquesa-de-belas, cipó-pé-de-lagartixa, cipó-de-lagarto, nativa em quase todo Brasil.

Indica√ß√Ķes: √© um regulador das menstrua√ß√Ķes, tem efeito calmante, combate vitiligo e manchas brancas na pele, √© bom para lavagens vaginais, da flor se extrai o √≥leo para embelezar a pele.

Contra-indicação: pessoas com problema de fígado.

Poder curativo: é de 42%

Sua toxidez: baixa.

Fonte: Livro ‚ÄúExistem doen√ßas incur√°veis?‚ÄĚ, de Jaime Br√ľning, 2003, p.104.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

Roupas e calçados adequados para atividades físicas

30/03/2017 - 9:54 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*


Você se preocupa com roupas e calçados que vai usar na hora de praticar as atividades físicas? Ou simplesmente usa qualquer peça do seu guarda-roupa ou qualquer calçado que tem em casa e está tudo certo?
Parece bobagem, mas não é! Tão importante quanto praticar uma atividade física é estar adequadamente vestido para essa ocasião. Não é somente uma questão de estética e sim de um cuidado especial com o que você vai vestir e usar, permitindo assim mais conforto e segurança na hora de se exercitar.
Hoje em dia com objetivo de fugir de vez do sedentarismo e dos seus males causados √† sa√ļde, um n√ļmero cada vez maior de pessoas vem adotando um estilo de vida mais saud√°vel. Essa decis√£o de mudar e procurar um novo estilo de vida √© uma atitude ben√©fica para a sa√ļde. Sendo assim, que tal escolher corretamente roupas e cal√ßados para ficar bem vestido para esses momentos de alegria, descontra√ß√£o e mais sa√ļde proporcionados pela pr√°tica das atividades f√≠sicas?
Veja a seguir algumas dicas para ajudar na escolha de roupas e calçados para praticar exercícios físicos sem nenhum problema e ainda se divertirem, usufruindo de todos os benefícios do esporte preferido.
‚ÄĘ Cada modalidade esportiva tem suas particularidades e roupas e cal√ßados fazem parte delas. As roupas devem ser escolhidas em fun√ß√£o da temperatura e o tipo de atividade a ser praticada. Num clima mais quente, por exemplo, a op√ß√£o deve ser por roupas mais leves e claras, com o uso de √≥culos de sol e protetores solares.
‚ÄĘ As roupas em tecidos de algod√£o s√£o mais confort√°veis e macias, por√©m, os tecidos sint√©ticos, como os dry fit de poliamida, s√£o mais leves e absorvem melhor a umidade sem encharcar.
‚ÄĘ Sempre use roupas do tamanho certo, camisetas, shorts, bermudas e cal√ßas confeccionadas em tecidos que apenas moldam o corpo sem colar ou apertar, evitando aquelas que restrinjam os movimentos, e tamb√©m aquelas muito largas que ficam desconfort√°veis.
‚ÄĘ Outro item importante s√£o as meias para o esporte, que devem ser mais grossas para proteger melhor os p√©s, confeccionadas em tecido especial ou de algod√£o.
‚ÄĘ Para os ciclistas o uso de luvas, jaquetas imperme√°veis, √≥culos e capacetes s√£o indicados.
‚ÄĘ Na hora de comprar cal√ßados deixe para faz√™-lo ao final do dia quando os p√©s est√£o mais inchados. Os t√™nis para caminhadas s√£o mais r√≠gidos, j√° aqueles para quem gosta de correr s√£o mais flex√≠veis e com amortecedores para absorverem os impactos. Para quem gosta de pedalar a op√ß√£o deve ser por sapatilhas ou por um modelo de t√™nis com solado antiderrapante.
Os benef√≠cios para a sa√ļde, obtidos com a pr√°tica das atividades f√≠sicas s√£o v√°rios e ficam potencialmente melhores se aliados a uma alimenta√ß√£o balanceada, uma boa hidrata√ß√£o e um descanso reparador.
Ent√£o escolha roupas e cal√ßados adequados ao seu esporte preferido e bons exerc√≠cios para voc√™, com muita sa√ļde e qualidade de vida.
Fonte: Site Sa√ļde e Esporte
* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.
Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida
Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Coment√°rios     Indique esse artigo Indique esse artigo

P√°gina 1 de 3112345...102030...Ultima página »