Palestra HQI Valinhos

4/08/2017 - 14:48 Por:

Categoria(s): Homeostase Quântica Informacional, Palestras, Qualidade de Vida

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

O que é flexibilidade?

27/07/2017 - 14:13 Por:

Categoria(s): Dicas, Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflexão

O que é flexibilidade?

A flexibilidade é a capacidade de realizar movimentos em certas articulações com apropriada amplitude de movimento. Em situações práticas há a distinção entre:

Flexibilidade estática: é o caso do espacato em Ginástica Artística, ou seja, uma pessoa realiza uma abertura total das pernas apenas com o apoio do solo.

Flexibilidade ativa: é onde há influências de forças externas.

A flexibilidade é considerada por muitos autores como uma capacidade física mista, ou seja, capacidade física coordenativa, na qual exige grande participação do sistema nervoso central e capacidade física condicional, que se refere à capacidade de ser treinável.

A flexibilidade também é considerada uma capacidade física do ser humano que condiciona a obtenção de grande amplitude articular, durante a execução dos movimentos. Ou seja, o quanto que a sua articulação pode movimentar.

Por exemplo, quando uma dona de casa necessita pegar algo embaixo do sofá ela necessita utilizar toda a sua flexibilidade, alongando os músculos das costas e da parte posterior das pernas. Essa mesma flexibilidade é utilizada quando ela vai estender a roupa em um varal, já que a articulação do ombro faz com que o braço se eleve e os músculos são obrigados a se estenderem.

Atenção!

O estudo da flexibilidade, como uma das capacidades físicas, é de crucial importância para diversos esportes bem como para o condicionamento físico de sedentários. Deve-se levar em conta, em todos os casos, que a flexibilidade de uma pessoa é variável, de acordo com seus hábitos e estrutura corporal e que essas diferenças devem ser respeitadas para que os benefícios da flexibilidade atuem de forma global no desenvolvimento do indivíduo.

Agora vamos conhecer as classificações da flexibilidade.

Podemos classificar a flexibilidade quanto à sua abrangência e articulações envolvidas.

Quanto à sua abrangência temos:

  1. a) Flexibilidade geral: observada em todos os movimentos de uma pessoa englobando as suas articulações (juntas);
  2. b) Flexibilidade específica: refere-se a um ou alguns movimentos realizados em determinadas articulações (juntas).

Agora conheceremos a classificação da flexibilidade quanto às articulações envolvidas:

  1. a) Flexibilidade simples: ação articular em uma única articulação;
  2. b) Flexibilidade composta: quando o movimento envolve mais de uma articulação.

Fonte: Portal Educação

Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso*

* Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Acreditar

22/07/2017 - 9:47 Por:

Categoria(s): Dicas, Qualidade de Vida

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Praticando HQI

12/07/2017 - 9:21 Por:

Categoria(s): Educação, Homeostase Quântica Informacional, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Como manter a memória saudável

11/07/2017 - 11:21 Por:

Categoria(s): Cursos, Educação, Gerontologia, Qualidade de Vida

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Curso Básico HQI

6/07/2017 - 15:55 Por:

Categoria(s): Cursos, Educação, Homeostase Quântica Informacional, Qualidade de Vida, Terapias Complementares

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Andar de bicicleta ajuda no diagnóstico da doença de Parkinson

29/06/2017 - 15:13 Por:

Categoria(s): Curiosidades, Dicas, Doenças e problemas de saúde, Qualidade de Vida

Os neurologistas que examinarem um paciente com sintomas iniciais da Doença de Parkinson deveriam fazê-lo andar de bicicleta antes de concluir seu diagnóstico, afirma uma curiosa pesquisa realizada por médicos holandeses.

Distinguir entre pacientes com Parkinson e portadores de uma doença conhecida como Parkinsonismo Atípico é muito importante, porque as duas condições possuem diferentes causas e tratamentos.

As duas partilham de sintomas parecidos, incluindo o tremor dos membros, os movimentos lentos e a rigidez muscular. No entanto, às vezes até mesmo a avançada tecnologia médica é incapaz de distinguir uma doença da outra.

Mas, segundo especialistas do Centro de Parkinson de Nijmegen, na Holanda, fazer o paciente andar de bicicleta pode proporcionar um diagnóstico mais eficiente e barato.

Ciclista

De acordo com os médicos, que explicaram suas pesquisas em uma carta enviada e publicada pela revista “The Lancet” nesta sexta-feira, um portador de Parkinson comum geralmente tem uma incrível habilidade de andar de bicicleta, pois apresenta poucos problemas no equilíbrio e nos movimentos rítmicos exigidos pelo pedalar.

Esta tarefa, no entanto, exige mais esforço em pessoas portadoras do Parkinsonismo Atípico, termo que envolve uma série de síndromes como paralisia muscular supranuclear progressiva, atrofia sistêmica múltipla e degeneração córtico-basal.

A Doença de Parkinson tem origem na morte celular numa parte fundamental do cérebro chamada substância nigra, que é uma porção heterogênea do mesencéfalo responsável pela produção de um neurotransmissor, a dopamina.

O tratamento padrão neste caso é uma droga chamada levodopa, que o cérebro converte em dopamina. Mas o tratamento não é efetivo ou não funciona quando se trata de Parkinsonimo Atípico.

Os médicos holandeses testaram sua teoria em 111 pacientes com sintomas parkinsonianos e que eram capazes de andar de bicicleta no início da pesquisa.

Ao fim do estudo, 45 dos pacientes foram confirmados com a doença de Parkinson e 64 com Parkinsonismo Atípico.

Durante os 30 meses que foram pesquisados, apenas dois dos 45 pacientes com Parkinson pararam de andar de bicicleta, mas do grupo de 64 pacientes diagnosticados com o Parkinsonismo Atípico, 34 apresentaram incapacidade de continuar pedalando.

“Sugerimos que a perda de capacidade de pedalar depois do estabelecimento da doença pode servir como um novo sinal de alerta, indicando a presença de Parkinsonismo Atípico”, afirmam os pesquisadores em sua carta.

 Fonte: Da France Presse – Contribuição enviada por Daliane Batista Cardoso

Educadora física, parceira da GeroVida no envio de artigos para o blog.

Conheça o Facebook da GeroVida em https://www.facebook.com/GeroVida

Curta, compartilhe, comente!

Tags: , , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Vaidade na Velhice

15/06/2017 - 17:53 Por:

Categoria(s): Dicas, Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflexão

A vaidade é muito bem vinda, uma vez que trabalha com a autoestima. Fazer as unhas, passar batom, pintar os cabelos, fazer massagem, entre outros mimos, está longe de ser uma futilidade. A vaidade é fundamental para a saúde dos idosos, pois significa amor-próprio e quem se ama se cuida no todo.
Quem pensa que apenas os jovens, no auge da idade, estão preocupados com a aparência, se engana. As mulheres de 60, 70, 80, 90 anos e mais querem ficar bonitas também.
Nesta fase manter uma rotina de higiene, cuidados com os cabelos e barba é mais do que estético, é terapia. Estimular, inclusive os homens, aos cuidados com a própria aparência se torna importante nesse momento de vida.
Sugerimos algumas dicas de cuidados: usar protetor solar todos os dias para evitar manchas e câncer de pele; manter a pele hidratada; manter-se hidratado com consumo de água e líquidos para ajudar no metabolismo; com possível redução do volume do cabelo, sugere-se ter um corte mais curto; investir na hidratação do cabelo; para cabelos grisalhos ou brancos há xampus que tiram o amarelado.

Fonte: http://www.residencecare.com.br/…/vaidade-na–terceira–…/64

Tags: , , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Como esta a sua qualidade de vida?

26/05/2017 - 10:46 Por:

Categoria(s): Gerontologia, Qualidade de Vida, Reflexão

Compartilhamos de algumas dicas da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Para hoje, indicamos a dica 44:

Trabalhe como se fosse viver eternamente, porém viva a vida pois a morte é inevitável.

“MAIS IMPORTANTE QUE ACRESCENTAR ANOS À VIDA É ACRESCENTAR VIDA AOS ANOS”.

Preocupe-se com sua qualidade de vida.

Fonte: http://sbgg.org.br/dicas/#!/publicacoes-cientificas

Tags: ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Palestra Homeostase Quântica Informacional em Aracaju

16/05/2017 - 11:34 Por:

Categoria(s): Homeostase Quântica Informacional, Palestras, Qualidade de Vida

Tags: , ,


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Página 2 de 2612345...1020...Ultima página »