Canção do dia de sempre

3/01/2013 - 12:30 Por:

Categoria(s): Poesia

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia…

A vida assim, jamais cansa…

Viver tão só de momentos

Como estas nuvens no céu…

E só ganhar, toda a vida,

Inexperiência… esperança…

E a rosa louca dos ventos

Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:

Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,

Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança

Das outras vezes perdidas,

Atiro a rosa do sonho

Nas tuas mãos distraídas…

(Mario Quintana)

Tags:


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

No Meio do Caminho

2/01/2013 - 11:21 Por:

Categoria(s): Poesia

No meio do caminho tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra.

Carlos Drummond de Andrade (Alguma Poesia, 1930)

Tags:


Veja Também:

Comentários     Indique esse artigo Indique esse artigo

Página 8 de 8« Primeira página...45678